COM A EMPREGADA?

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Outras formas de “iniciação sexual” dos homens…

LOCUTOR A seguir, nosso habitual espaço “O consultório sexual da doutora Mirales”.

CONTROLE CARACTERÍSTICA CONSULTÓRIO

DOUTORA Amigas e amigos, no consultório anterior falamos desse péssimo costume de levar os rapazes para iniciarem-se sexualmente em um prostíbulo. Recebi várias ligações e recebi também uma mensagem de voz pelo celular. Escutem…

RAPAZ (FILTRO) Não fui levado a nenhum prostíbulo. O que fizemos foi contratar, entre vários amigos do colégio, uma puta… Assim saía mais barato… E a levamos para casa, porque meus pais estavam fora. O que acha?

DOUTORA Eu é que pergunto, o que vocês acham do que estão ouvindo? Estes rapazes, em vez de ir ao prostíbulo, trouxeram o prostíbulo para casa. O que vocês acham?

EFEITO TELEFONE

DOUTORA Já temos uma primeira ligação… Alô?

HOMEM 1 Alô, doutora… Sabe de uma coisa? Eu acho que tanto faz se é aqui ou lá. O problema é o mesmo.

DOUTORA E qual é o problema, segundo o senhor, de que os rapazes se iniciem sexualmente com uma mulher prostituída?

HOMEM 1 O problema são as doenças que podem pegar, doutora. As venéreas como se diz, como a sífilis, a gonorréia… Imagine se essa mulher tem AIDS, todos os rapazes se contagiavam.

DOUTORA O senhor tem razão, mas um rapaz que esteja escutando pode dizer: “não tem problema, eu ponho uma camisinha e pronto”. Nenhum perigo.

EFEITO TELEFONE

DOUTORA Sim, pode falar?

MULHER O perigo é que não usam, doutora. A metade dos rapazes sexualmente ativos não se protegem. E menos ainda na primeira vez. Esquecem-se ou têm vergonha de ir comprar camisinhas.

DOUTORA E o pior, minha amiga, não é que possam pegar uma doença no corpo. O pior é que sempre pegam uma doença no espírito. Sabe qual é?

MULHER Essa eu não sei sé, doutora…

DOUTORA Que quando um garoto se inicia em um prostíbulo, esse rapaz faz uma grave separação entre sexo e amor. O rapaz compra sexo como quem compra um refrigerante… Aí não há amor, mas dinheiro.

MULHER Claro, porque uma prostituta cobra pelo que faz… Uma prostituta…

DOUTORA Melhor dizendo, uma mulher prostituída, porque essas mulheres são vítimas de um dos negócios mais perversos do mundo. A maioria são mulheres pobres que precisam alimentar seus filhos…

MULHER Ouvi dizer que agora são chamadas de “trabalhadoras sexuais”…

DOUTORA Escravas sexuais seria melhor. Não, minha amiga, a prostituição não é nenhum trabalho, é a expressão máxima do machismo.

EFEITO TELEFONE

HOMEM Eu não sei do que a prostituição é expressão, nem de que machismo a senhora está falando, mas eu com meu filho resolvemos de uma forma mais fácil.

DOUTORA Resolveu o que, senhor?

HOMEM Para que fosse iniciado no sexo, para que se tornasse um homenzinho.

DOUTORA E como o senhor fez, podemos saber?

HOMEM Muito simples. Lá em casa tenho uma empregadinha… Eu coloquei meu filho no quarto dela. E pronto.

DOUTORA Mas, do que o senhor está falando?

HOMEM Bom, doutora, a senhora sabe, essas índias não servem para outra coisa e eu…

DOUTORA Deus do céu, o senhor está falando de um crime, de uma violação.

HOMEM Que violação, doutora? Essa índia era minha empregada, eu a estava pagando…

DOUTORA O senhor me desculpe, mas eu vou anotar agora mesmo seu telefone para fazer a denúncia correspondente. O senhor e seu filho cometeram um delito grave contra essa trabalhadora do lar.

EFEITO DESLIGA O TELEFONE

DOUTORA Desligou, não é mesmo?… Sem-vergonha… Isso é o cúmulo. Iniciar sexualmente seu filho violando a empregada. Pois eu vou averiguar de que telefone este sem-vergonha ligou e vou lhe denunciar… Enfim, amigas e amigos, creio que vamos ter que continuar falando destes temas porque aqui tem muita lenha para queimar. Até a próxima!

COM A EMPREGADA?

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.