LÍNGUAS ORIGINÁRIAS

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Quantas línguas originárias são faladas em seu país?

Neste 21 de Fevereiro se celebra o Dia Internacional do Idioma Materno. Milhares de línguas estão em perigo de desaparecer. Sabia que desde que o ser humano aprendeu a falar desapareceram 30.000 línguas? E a cada ano desaparecem pelo menos dez, segundo dados da UNICEF.

E se você fizesse uma enquete com tua audiência para conhecer mais sobre a diversidade cultural em teu país? Pergunte: Quantas línguas são faladas em seu país? Há línguas em perigo em seu país? A UNICEF considera uma língua em perigo de desaparecer quando apenas 10.000 pessoas a falam.

Entreviste mulheres e homens, avós e avôs, que conheçam línguas originárias. Anime-os a que te falem em seu idioma. Grave essas entrevistas e as suba para a RADIOTECA.

Além disso, neste portal se encontram vários áudios de várias línguas originárias. A seguir, te recomendamos uns quantos.

Radio Rais é uma rádio digital que transmite temas de interesse cultural, identidade, música, entrevistas e mais. É um projeto do Instituto para o Resgate Ancestral Indígena Salvadorenho (RAIS). Produziu a série: Lecciones de Náhuat para aprender este maravilhoso idioma.

Centro de Produção do CIESAS, pertencente ao Centro de Investigações e Estudos Superiores em Antropologístico Social (CIESAS)- Pacífico Sul compartilhou as séries em Mixteco: Vive e compartilhe teus direitos! e Todas e todos em alerta por uma maternidade segura.

Ministério da Saúde da Nação da Argentina elaborou uns spots: Saúde da mulher, crianças e adolescentes. Os áudios e guarani falam sobre a importância dos cuidados na gravidez, a realização do papanicolau e o uso de métodos contraceptivos.

SERVINDI é um grupo de trabalho voluntário identificado com os interesses dos povos e comunidades indígenas. Compartilharam a série: Yaku kawsay, a água é vida (quechua), um diálogo agradável sobre o problema do acesso à água dos povos e comunidades indígenas do Peru .

LÍNGUAS ORIGINÁRIAS

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.