LÚCIA MEU NAMORADO NÃO GOSTA DO MEU FILHO

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Quando voltei a namorar, já tinha um filhinho pequeno. Pensei que meu namorado gostasse dele e que íamos ser felizes os três, mas ele não o aceita e quer que eu o deixe com minha mãe. Eu amo os dois e não quero perder nenhum dos dois.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

EFEITO CHÔRO DE BEBÊ

MÃE (CHAMANDO) Lúcia, vai ver o seu filho.

LÚCIA (DE 3P A 1P) Sim, mamãe… Oi, meu filhinho. Não chore, que sua mamãe está aqui.

CONTROLE MÚSICA SUAVE

LÚCIA Aos 20 anos fiquei grávida. Meu namorado viajou para o exterior e nunca mais voltou. Eu fiquei vivendo com minha família trabalhando para manter o meu filhinho.

EFEITO DESPERTADOR

LÚCIA Já vou, mamãe. Cuide bem do meu filhinho.

MÃE Não se preocupe, Lúcia. Vá tranquila.

LÚCIA (PENSANDO) Felizmente, tenho a minha mãe e o meu pai. O que teria sido de mim sem o apoio deles?

CONTROLE MÚSICA SUAVE

LÚCIA Os anos passaram. Três, quatro… eu não queria saber nada de homens, tinha muito ressentimento e desconfiança. Até que…

ZECA Oi, Lúcia. Sou Zeca. Faz tempo que eu queria te conhecer.

LÚCIA Sim? Por quê?

ZECA Você é muito bonita.

LÚCIA Ah… obrigada.

ZECA Amigos?

LÚCIA Amigos (RISOS DE AMBOS)

CONTROLE MÚSICA ALEGRE

EFEITO ESCRITÓRIO

LUCÌA Zeca era novo no escritório…

AMIGA Olha, Lúcia. Você não acha bonito?

LÚCIA Sim, é agradável.

AMIGA Ele gosta de você. Tá na cara.

LÚCIA Quieta. Não quero saber mais de homens.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

LÚCIA Essa era minha verdade. E minha mãe se preocupava…

MÃE Lúcia, filha. Tenha um namorado que te alegre a vida.

LÚCIA Meu filhinho me alegra, mamãe. E vocês, minha família.

MÃE Ai, filha. Não fique solteira. Você se arrependerá.

CONTROLE MÚSICA ALEGRE

LÚCIA Zeca me paquerava, mas eu não dava bola. Um domingo, nos encontramos no parque…

EFEITO BRINCADEIRAS CRIANÇAS

ZECA Lúcia, o dia está lindo. Mas fica pequeno a seu lado.

LÚCIA Olá, Zeca. Veja, conhece o meu filhinho.

ZECA Teu filho?

LÚCIA Sim tem 5 anos.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

LÚCIA Nem o olhou e se despediu rapidamente. Eu pensei que ele nunca mais se aproximaria de mim. Mas, entanto o fez. Nunca me perguntou nada sobre meu filho. Como minha mãe cuidava dele quando saíamos, no começo não teve dificuldades.

ZECA E LÚCIA RISOS

LÚCIA Naturalmente, eu não podia deixá-lo sempre com minha mamãe…

EFEITO CHÔRO MENINO

ZECA Lúcia, você mima muito o teu filho. Por que não o deixou com a avó?

LÚCIA Ela também tem direito de descansar. Além do mais, que mal o menino te fez?

ZECA É que não podemos nem conversar. Ele fica grudado em você.

LÚCIA Não exagere, Zeca.

CONTROLE MÚSICA TENSA

LÚCIA Não uma, mas muitas vezes tínhamos discussões como essa. No fim, ele se dava conta…

ZECA Perdoe-me, Lúcia. É que eu te quero só para mim.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

LÚCIA Fui me apaixonando e pensava fazer minha vida junto com o Zeca. Ele também desejava o mesmo.

EFEITO LANCHONETE

ZECA Quero me casar contigo, Lúcia. Mas…

LÚCIA Mas o quê?

ZECA O seu filhinho… você poderia deixá-lo com a avó?

LÚCIA O que você disse? Nos casar e deixar o meu bebê?

ZECA É um menino grande. E é feliz com a tua mãe, Lúcia. Você não percebe? Se saímos juntos ele chora, desobedece. Seria um inferno a nossa vida e não tardaríamos em nos separar.

LÚCIA Mas, creio que tardaremos em nos casar. Nunca deixarei o meu filhinho.

ZECA Pense bem, Lúcia. O veríamos nos finais de semana e ele passaria as férias com a gente. Teu filho ficará com os avós que o amam e a quem ele ama também.

LÚCIA (SOLUÇANDO SUAVE) Me deixe, Zeca. Não posso crer no que estou escutando. Vá.

CONTROLE MÚSICA TRISTE

LÚCIA Passaram-se os dias e eu não queria atender os telefonemas de Zeca. Deixar o meu bebê? Deve estar louco. Ainda que, em parte tenha razão, como começar uma vida de casal com um menino que requer tanta atenção? Acaso tenho que escolher entre o meu amor por Zeca e meu amor por meu filho? Rompo com Zeca? Não sei o que fazer. E você, o que faria no meu lugar?

CONTROLE MÚSICA SUSPENSE

*PRIMEIRA SOLUÇÃO*

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Primeira solução…

ZECA Teu filho ficará com os avós que o amam e a quem ele ama também.

LÚCIA (SOLUÇANDO SUAVE) Me deixe, Zeca. Não posso crer no que estou escutando.

CONTROLE MÚSICA TRISTE

LÚCIA Depois dessa discussão, Zeca me telefonava todo dia e eu não queria atender.

MÃE Fale com ele, Lúcia. Zeca não conhece a tua vida. Quem sabe você se entende e ele termine aceitando o bebê?

LÚCIA Você acredita, mamãe?

MÃE Alguns homens se fazem de difíceis. Já verá que ele terminará gostando do menino como você.

EFEITO TELEFONE

LÚCIA Zeca? Tudo bem, nos vemos esta tarde.

CONTROLE LANCHONETE

ZECA Você pensou na minha proposta, Lúcia?

LÚCIA Ainda não, Zeca. Dê-me um tempo.

ZECA Está bem, meu amor.

CONTROLE MÚSICA TENSA

LÚCIA Seguindo o conselho da minha mãe, convidei o Zeca para um dia no campo. Iríamos nós dois e meu filho. Zeca aceitou de má vontade e foi um domingo fatal.

EFEITO CHÔRO MENINO

ZECA Cale-se, garoto. Não pode ficar quietinho?

LÚCIA Não grite com ele. Não é teu filho.

ZECA Certo, e eu não queria que fosse.

LÚCIA Zeca!

ZECA É um garoto malcriado. Você o criou mal. Está claro.

LÚCIA Vamos embora, não quero estar aqui.

CONTROLE MÚSICA TENSA

LÚCIA O passeio terminou muito mal. Quando Zeca voltou a falar de casamento, eu estava segura de minha resposta. (PAUSA) Casar e deixar o meu filho?

ZECA Não poderíamos viver com ele, Lúcia.

LÚCIA Sou eu a que não poderia viver sem ele, Zeca. Não, não quero me casar com um homem que não pode amar o meu filho. Esqueça-me.

CONTROLE MÚSICA TRANQUILA

LÚCIA Estou triste, como não. Depois de muitos anos sozinha, me apaixonei pelo Zeca. Ele não soube me entender. Não quis entender que nunca… nunca me separarei do meu filho.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

*SEGUNDA SOLUÇÃO*

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Segunda solução…

ZECA Teu filho ficará com os avós que o amam e a quem ele ama também.

LÚCIA (SOLUÇANDO SUAVE) Me deixe, Zeca. Não posso crer no que estou escutando.

CONTROLE MÚSICA TRISTE

LÚCIA Fiquei triste e desiludida. Meu filhinho era o que eu tinha de mais precioso. Como deixá-lo? Zeca me telefonava todos os dia para conversar. Finalmente, aceitei.

EFEITO LANCHONETE

LÚCIA O que você me pede é impossível, Zeca.

ZECA Escute, Lúcia. O que você acha de nós passearmos com teu filho neste domingo?

CONTROLE MUSICA ALEGRE

LÚCIA Esperei esse dia ansiosamente…

EFEITO PARQUE

ZECA Venha cá, Lúcia. Te amo.

LÚCIA Deixe-me, Zeca. O menino está olhando.

EFEITO CHÔRO INFANTIL

ZECA Quer dizer que eu não posso te dar um beijo?

LÚCIA Não comece, Zeca. Entenda. Ele ainda é pequeno.

ZECA Muito bem. Vamos ver, garoto, vamos jogar bola.

MENINO Não, não… não.

CONTROLE MÚSICA TENSA

LÚCIA Foi assim algumas vezes. Zeca e eu não podíamos nem conversar com tranquilidade. Novamente, tive que deixá-lo com minha mãe.

MÃE Vem, meu amor, fique com a sua vovozinha.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

LÚCIA Zeca foi me separando do meu bebê. Sem pressões. Cada vez que saíamos voltava cheia remorsos. (PAUSA) Como se comportou, mamãe?

MÃE Perguntou por você, mas nós começamos a brincar e se tranquilizou. Anda, lhe dê um beijo para ele ir dormir.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

LÚCIA Meu filhinho vivia feliz com seus avós. Acho que ele me sentia mais como uma irmã mais velha. Zeca voltou a me propor casamento.

ZECA Teu filho ficará bem com teus pais, Lúcia. Não te peço que o abandone. No começo, faremos nossa vida independente. Depois, o levaremos com a gente.

LÚCIA Nunca me separei dele.

ZECA Nem se separará. Confia em mim.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

LÚCIA Vou me casar. Zeca é o meu grande amor e me prometeu que alugaremos um apartamento perto dos meus pais. Assim, poderei ver o meu filhinho todos os dias. Não posso renunciar ao amor de nenhum dos dois.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SERIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

*TERCEIRA SOLUÇÃO*

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Terceira solução…

ZECA Teu filho ficará com os avós que o amam e a quem ele ama também.

LÚCIA (SOLUÇANDO SUAVE) Me deixe, Zeca. Não posso crer no que estou escutando.

CONTROLE MÚSICA TRISTE

LÚCIA Tive uma semana muito triste. Recordava quando nasceu meu bebê e a angústia de deixá-lo para ir a trabalhar. Abandoná-lo agora? Conversei com minha mãe.

MÃE Não sei, filha. Se esse homem gosta mesmo de você, tem que te aceitar com o seu filho.

LÚCIA Não se dão bem, mamãe. Meu bebê é muito ciumento, desobediente.

MÃE E o Zeca não faz nada para agradá-lo. Somos nós os adultos, os chamados a compreender os sentimentos dos pequeninos.

LÚCIA Eu amo o Zeca, mamãe. Você mesma me disse para eu arrumar um namorado, pra ser feliz.

MÃE Você seria feliz sem o seu filho?

CONTROLE GOLPE MUSICAL

LÚCIA Também conversei com uma boa amiga.

AMIGA Homens sobram, Lúcia. Os filhos não.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

LÚCIA Naquela mesma noite, quando Zeca foi me buscar para ir ao cinema…

EFEITO DIN DON

ZECA Está pronta?

LÚCIA Não vou sair, Zeca. Eu ficarei para fazer meu filho dormir.

ZECA Deixe que a tua mãe o ponha para dormir. Ele está mais acostumado com ela.

LÚCIA Tem razão, meu amor. E, sabe de uma coisa? Quero recuperar o tempo que me descuidei como mãe. Estou sendo egoísta com meu filho.

ZECA Já te disse que nunca abandonarás o teu filho. Viveremos perto, o levaremos para passear.

LÚCIA Me pede que eu seja vizinha do meu próprio filho? Não sabe o que diz, Zeca.

ZECA Não podemos viver com o menino. Tem que se decidir, Lúcia.

LÚCIA Meu filho ou você?

ZECA Se você prefere ver assim.

LÚCIA A escolha é clara, meu amor. Sem o meu filho não há casamento.

ZECA Você está renunciando ao amor?

LÚCIA Você não entende? Jamais renunciarei ao amor. E te quero muitíssimo. Assim que a bola está na tua área. Meu filho e você. Não há alternativa, Zeca.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

p=. **********************************

*GUÍA PARA O DEBATE*

_Quando voltei a namorar, já tinha um filhinho pequeno. Pensei que meu namorado gostasse dele e que íamos ser felizes os três, mas ele não o aceita e quer que eu o deixe com minha mãe. Eu amo os dois e não quero perder nenhum dos dois._

* _Primeira solução: Lúcia rompe definitivamente com o namorado_
* _Segunda solução: Se casarão, viverão perto do menino e depois o levarão com eles._
* _Terceira solução: Só se casará se seu namorado aceitar o menino._

p=. **********************************

*As famílias*

Nesta época já não podemos falar da família como unidade nuclear que consta de pai, mãe, filhos, filhas e, talvez, avô e avó. Hoje, existem tantas famílias como possibilidades de união e de vida compartilhada como:

* Nuclear, a tradicional.
* Mono parental, aquela que só a mãe ou o pai se responsabilizam pela família ante a falta de qualquer dos dois.
* Extensa: lar com várias gerações.
* Adotiva, quando os filhos ou filhas chegam por adoção.
* Reconstruídas ou reorganizadas: Seriam as formadas por casais que se unem em um segundo casamento e já possuem filhos de relações anteriores. Ou de mães solteiras que se casam.
* Famílias compostas: tanto o homem como a mulher possuem filhos anteriormente e depois, procriam os seus próprios.
* Coabitação. Casais sem vínculos matrimoniais: Uniões de fachada.
* Matrimônios de conveniência.
* Homossexuais: em muitos países já é legal.
* Famílias migrantes: a avó, ou alguém da família fica a cargo dos meninos e meninas.

*Famílias compostas*

Com o surgimento destes novos papéis e modalidades de união, se apresentam uma série de problemas, sobretudo relacionados com a convivência e aceitação entre filhos e o cônjuge que entra para a vida da família. Por exemplo, Lúcia que teve um filho e agora está a ponto de formar um casal com Zeca.

*Definição de apego*

É qualquer forma de comportamento que faz com que uma pessoa conserve proximidade com respeito a outro indivíduo diferenciado e preferido.

Os meninos e as meninas desenvolvem apego em especial com a mãe ou com quem lhes cuida no início de sua vida:

* É uma relação emocional perdurável com uma pessoa em específico.
* Determinada relação produz segurança, sossego, consolo, agrado e prazer.
* A perda ou a ameaça de perda da pessoa, evoca uma intensa ansiedade.

Uma relação sólida e saudável com a mãe ou cuidador primário terá como resultado que a pessoa tenha a capacidade de estabelecer relações saudáveis com outras, enquanto que um pobre apego ocasionará problemas emocionais e de conduta em sua vida.

*Algumas dicas para conseguir uma família composta harmoniosa*

1)Conversar o tema antes de se comprometer em uma vida em comum.
2)Não impor aos filhos e filhas o amor ao novo companheiro. Integrá-los aos poucos.
3)Conversar com os filhos e filhas. Não excluí-los das decisões que lhes interessam.
4)Envolvê-los na construção da “nova família” se forem adolescentes.
5)Se apresentar problemas, não temer recorrer em família a consultar um especialista.
6)Se for possível, o casal e seus filhos deveriam começar em uma nova casa.
7)Respeitar as relações entre o casal e seus filhos ou filhas.
8)Ter um espaço e momentos próprios, os meninos e meninas podem ficar momentaneamente aos cuidados de outra pessoa.
9)Respeitar as relações dos filhos do companheiro com seu outro progenitor ou outra progenitora.
10)Criar espaços de convivência e diversão de toda a nova família.
11)Manter espaços privados entre pai ou mãe e filhos, sem a intervenção do novo companheiro.
12)Fomentar relações amigáveis entre o novo companheiro e os filhos. Por exemplo, que o padrasto e os enteados tenham algum projeto em comum, ou a madrasta e as enteadas vão juntas as compras.
13)Apoiar-se mutuamente no exercício da autoridade na casa. É necessário dar uma mensagem clara aos filhos no sentido de que o padrasto ou a madrasta pode atuar como uma figura de autoridade em substituição.
14) Não impedir que pergunte ao novo companheiro tudo o que deseje saber, demonstrando que não há nada que ocultar entre eles.
15) Deixar claro aos filhos e filhas que continuam tendo o seu pai ou mãe de sempre e que não vão perder seu apoio e carinho.
16) Não estabelecer comparações do companheiro na frente dos filhos. Quer dizer, evitar frases como: Quem cozinha melhor que o seu papai?
17) Não cair no erro de superproteger em excesso os filhos como compensação à mudança que está sofrendo.

*Para completar…*

* Relembrar casos como o de Lúcia, como resolveram o problema?
* Classes de famílias na tua localidade
* Lugares de orientação e programas de atenção à famílias com problemas (endereço e telefone)

*Como usar este programa?

1.Apresentar o tema.
2.Passar a dramatização do conflito (sem os finais possíveis).
3.Provocar um primeiro diálogo com a audiência ( o que acontecerá com a protagonista? O que você faria em um caso semelhante? Como terminará este conflito?).
4.Passar os três finais possíveis, um a um, com comentários intercalados. Qual é a melhor solução?
5.Abrir o debate (telefônico e/ou presencial). Esta ficha possui dados para comentar o tema.
6.Você também pode convidar casais não tradicionais para comentar o programa e responder às perguntas da audiência.
7.Para terminar, seria conveniente ouvir o programa completo com a solução mais voltada pela audiência.

LÚCIA MEU NAMORADO NÃO GOSTA DO MEU FILHO

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.