MARÍA ISIDORA SIMBAÑA

Este radioclip no tiene audio.

Testemunho de uma mulher indígena equatoriana.

As mulheres rurais trabalham incansavelmente para dar de comer ao mundo. Devemos a elas mais de 60 por cento da produção de alimentos. São as trabalhadoras invisíveis, as cuidadoras das sementes nativas, as que garantem a soberania alimentar de nossos povos.

María Isidora Simbaña é uma delas. Com surpreendente força e grande inteligência, superou sofrimentos e abusos para seguir em frente em sua vida familiar e econômica. E para ajudar a outras mulheres indígenas. Sigam em frente, lutem por suas vidas, nos diz. E não são só palavras. Coloca sua história como exemplo.

Enviamos o testemunho desta mulher kichwa equatoriana, dirigente da organização local de mulheres Estrella de Belén, integrante da organização Mulheres Populares e Diversas.

Este testemunho é um dos cinco que Oxfam Intermón, a Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento, AECID, e a organização Mulheres Populares e Diversas para a Construção de Novas Cidadanias na Colômbia, Peru, Equador e Brasil, nos oferecem a fim de revalorizar o trabalho destas mulheres rurais. Vidas cheias de dificuldades, mas também de valentia e esperança.

OUÇA AS CINCO HISTÓRIAS DE VIDA

MARÍA ISIDORA SIMBAÑA

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Conoce cómo se procesan los datos de tus comentarios.