OS SURDOS (3)

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Um terceiro tipo de entrevistadores são os surdos, as que não ouvem a quem entrevistam. Com quem se parecem?

Muitos entrevistadores, ao terminar a entrevista, não sabem o que disse o entrevistado. Não o escutaram. Estavam pendentes unicamente de suas perguntas ou de como soava sua voz. São tão surdos que, as vezes, nem escutam o nome da pessoa a quem entrevistam.

ENTREVISTADOR Seu nome, por favor…

MULHER Eu me chamo Juliana Cepeda.

ENTREVISTADOR Muito bem, muito bem. E diga-me, senhora Martina, como avalia a situação da escola…

MULHER Juliana.

ENTREVISTADOR Como? Ah, sim, Juliana, desculpe-me, senhora Juliana Martínez. Então, o que opina sobre…

MULHER Juliana Cepeda.

ENTREVISTADOR Claro, claro, senhora… como disse que se chama?

Escuta atentamente a quem entrevistas para evitar fazer perguntas que já foram respondidas.

Ponha a máxima atenção às respostas do entrevistado. Escuta-o. Não ande pensando na próxima pergunta que lhe fará.

A maior habilidade de um entrevistador ou entrevistadora consiste em descobrir em cada resposta algo que dê pé para a seguinte pergunta. Atente no seguinte exemplo como a repórter vai enlaçando as perguntas com as respostas:

ENTREVISTADORA E por que não trouxeram a luz ao bairro?

VEZINHO Porque são uns sem vergonhas. Prometem e não cumprem.

ENTREVISTADORA Quando lhes prometeram a luz?

VEZINHO Na campanha eleitoral faz já dois anos. Dois anos, senhorita, e ainda continuamos esperando!

ENTREVISTADORA E vocês esperaram esses dois anos com os braços cruzados?

VEZINHO Que vai, nós fizemos protestos, fomos onde o bigodudo esse prefeito, mas…

ENTREVISTADORA Mas, o que?

VEZIHNO Que você sabe como é a máfia na prefeitura, si não der dinheiro não te fazem caso…

ENTREVISTADORA Lhes pediram dinheiro para instalar a luz?

É bom preparar um questionário e escrever as perguntas principais que não queres esquecer. Mas esse questionário não há que usá-lo durante a entrevista. Pareceria que lhe estás tomando exame ao entrevistado. Leva-o em tua memória.

Tampouco tentes “submeter” ao entrevistado a teu questionário. Como falamos, a arte está em descobrir a nova pergunta na anterior resposta.

O primeiro sinal para saber si uma entrevista está bem feita é ver si a pessoa entrevistada fala mais que quem a entrevista. Não sejamos “surdos” nem tampouco “charlatões ”. Por algo temos duas orelhas e uma boca. Para escutar o dobro do que falamos.

BIBLIOGRAFÍA
La entrevista, Manuales de capacitación ALER, Quito1993

OS SURDOS (3)

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.