OURO POR ESPELHOS

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Durante 500 anos brincaram de presentear-nos com espelhos. Talvez a história esteja do avesso.

LOCUTOR Do campo internacional. Uma novidade para nossos ouvintes! Como já lhes havia informando, acaba de produzir-se há apenas uns dias o maior acontecimento dos últimos cinco séculos: o descobrimento da América. Nossa audiência também já sabe que nesta ocasião realizou-se a primeira operação comercial da história da América, que consistiu na troca de ouro de nossos indígenas por espelhos quebrados e sucata velha que os espanhóis traziam nas três caravelas. Ouro por espelhos! O primeiro intercâmbio econômico de nossa historia! Os cronistas, ao conhecer os termos do negócio, se apressaram em qualificar de idiotas os habitantes da América. Mas, para que nossos ouvintes conheçam outra versão que poderia desmentir aos cronistas, temos as declarações de uma anciã da ilha de Guanahaní que participou neste histórico cambalacho e que vem a oferecer-nos… a outra cara da notícia! Avante, controle!

REPÓRTER Avó Guanatabey, os microfones são seus…

AVÓ O que quer que eu conte? Olha, quando chegaram saímos contentes para recebê-los. Aqueles pobres barbudos vinham cansados, varados de fome,sujos, cheiravam muito mal. Pareciam acabados. O senhor sabe, nossa lei é a hospitalidade. Também com eles, embora não sabíamos nem de onde tinham saído. Pela hospitalidade, lhes oferecemos beiju. Fizeram careta. Folhas de tabaco. Não sabiam fumá-las. A praia para banhar-se. Também não. Nada disso queriam.

REPÓRTER E o que queriam, o que queriam os espanhóis, avó Guanatabey?

AVÓ Só apontavam para os nossos adornos de ouro, os que pomos no nariz e nas orelhas. Gritavam, nos pediam isso. Por fim, demos a eles. Em troca,deram estes espelhinhos… Olha… Até quebrados… Mas pensamos que estas coisinhas eram sua saudação de amizade.

REPÓRTER E vocês ficaram conformados com a troca, avó?

AVÓ Eles é que não se conformaram. Esses barbudos ficaram loucos quando agarraram esse ouro. Não agradeceram. Ficaram num estado febril. E começaram a reclamar-nos, com exigências, com muitas ameaças. Então eu disse aos mais jovens: Se a coisa começou assim, vai acabar mal.

INTERLOCUTOR E não acabou mal, mas pior. Esta febre de ouro durou tanto que no primeiro século e meio de colônia espanhola chegaram ao porto de Sevilha, na Espanha, 185 mil quilos de ouro puro. Autêntico. 185 mil quilos de ouro puro que vinham da América… que eram nossos.Durante 500 anos brincaram de presentear-nos com espelhos. Talvez a história esteja do avesso.

Baixe a série completa de NOTÍCIAS DE ÚLTIMA IRA daqui.

 

Este radioclip corresponde a historia ou é demagógico?

BIBLIOGRAFÍA
José Ignacio e María López Vigil, Notícias de Última Ira, AMARCCEDEP 1990

OURO POR ESPELHOS

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.