POLOCHIC, A TERRA É NOSSA VIDA

Este radioclip no tiene audio.

Una-se a campanha OXFAM!

Em março de 2011, 769 famílias camponesas foram expulsas de suas terras no Vale de Polochic, na Guatemala. Suas moradias e cultivos foram queimados e três camponeses morreram como consequência da violência do despejo por parte dos corpos de segurança do Estado e a empresa açucareira Chabil Utzaj.

Desde então, padecem fome e miséria. O Presidente da República Otto Pérez Molina se comprometeu a adjudicar terras às famílias afetadas, mas até agora somente lhes ofereceu terras pantanosas não aptas para cultivo nem moradias.

OXFAM está ativando uma campanha para exigir que o presidente guatemalteco cumpra sua promessa. Una-se e assine em

www.change.org/polochic

www.oxfam.org/polochic

Lhes enviamos este radioclip e dois spots sobre a história de Polochic. Apoie a campanha em tua rádio.

CONTROLE MARIMBAS POLOCHIC

TESTEMUNHO Hoje nos despejaram sem avisar nada. Estamos na rua, mulheres, crianças, estamos tristes. Aonde vamos? O que o Estado vai fazer com a gente? Somos guatemaltecos, aqui nascemos, aqui vivemos.

CONTROLE MARIMBAS POLOCHIC

LOCUTORA Há muito tempo, mais de mil anos, o povo maia q`eqchi` se assentou nas terras as margens do rio Polochic. Esse vale, situado na costa atlântica da Guatemala, é uma das zonas com maior biodiversidade da América Central. Rica em aves, árvores e água.

HOMEM Guardião de teu povo

Não durma e não descanse

Que seja o jardineiro da alma

De teu povo maia-q`eqchi`

de seus campos e colinas

de seu bosque verde chuvoso.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

LOCUTOR A esta região ficou conhecida como Tezulutlán, que significa “Terra de Guerra” pela dificuldade que tiveram os espanhóis para conquistá-la. Mais tarde, os invasores conseguiram “evangelizá-los” e mudaram seu nome para Verapaz.

CONTROLE MÚSICA TRISTE

LOCUTORA O despejo tinha começado. Em 1537, o fértil Vale de Polochic passou a ser propriedade da coroa espanhola, sob a jurisdição dos frades dominicanos.

EFEITO MARCHA, VOZES ALEMÃS..

LOCUTOR Depois dos espanhóis chegaram os alemães. No final do século 19 e até a segunda guerra mundial, estes novos invasores se instalaram em terras maias.

CONTROLE MARIMBAS TRISTES

LOCUTORA No século vinte, entraram as grandes empresas com monocultivos. O vale Polochic viu sua paisagem mudar rapidamente: do arroz, a mandioca, o milho e a espessa floresta tropical, derrubaram as árvores e grandes extensões se destinaram a plantações de arroz, sorgo e pastagens para o gado. Mais tarde a cana-de-açúcar e a palma africana dominaram a paisagem.

CONTROLE CANTO DRAMÁTICO

LOCUTORA Na atualidade, 8 de cada dez moradores do vale Polochic são indígenas maia q`eqchi`. Os q`eqchi` habitam todo o departamento de Alta Verapaz e mais além.

LOCUTOR Estão nos municípios de Cobán, Chamelco, Carchá, Lankín, Cahabón, Tucurú e Senahú. Mas as terras lhes foram tomadas. Ficaram sem lugar no mundo.

LOCUTORA Não são mais donos os Cux, os Maquin, os Pop, os Cuz, os Ical, nem os Bá, famílias maias q`eqchi`. Agora os donos tem nomes estrangeiros: o Grupo Pellas, os Widman…

CONTROLE GOLPE MUSICAL

HOMEM Assim se saúda o sol, é o nosso pai, a lua, nossa avó. Como toda nossa comida, se unem em nossa casa. Assim somos. Mas nosso corpo é o milho. A cana não é nossa. A espiga, a negra, a amarela, este é nosso corpo.

CONTROLE MARIMBAS TRISTES

LOCUTORA Em 2011, a União Europeia aprovou acordos de livre comércio com a América Central. Deram luz verde aos monocultivos e ao açambarcamentode terras em territórios indígenas.

EFEITOS TRATORES, AVIÕES FUMIGADORES, GRITOS, BOMBAS

POEMA Avançam silenciosos fugindo da morte. Nada levam porque o exército

queimou suas casas, suas colheitas, seus animais. São centenas, homens, mulheres, crianças, avós…

LOCUTOR Nesse mesmo ano, o governo guatemalteco de Álvaro Colom, despejou violentamente de suas terras 14 comunidades q`eqchi`s para favorecer o engenho açucareiro da família Widman. Militares e policiais executaram o despejo. Morreram três camponeses.

POEMA Um sussurro que não chega a ser canto cala o choro das crianças. As mães vão sussurrando no ouvido de seus filhos. Calam o choro das crianças.

TESTEMUNHO Nós ficamos sem nada, ficamos na rua… Não podemos ir roubar, não podemos ir assaltar. Queremos trabalhar. Queremos viver. Estamos sofrendo por essa dor que nos estão fazendo.

CONTROLE MARIMBAS TRISTES

LOCUTORA Os governos de Álvaro Colom e Otto Pérez Molina prometeram lhes dar terras, alimentos, educação, remédios. Mas nada. Passaram os anos e nada. Somente fome, despejos e morte.

HOMEM (ECO) Aqui a lei, como a serpente, só pica o descalço.

EFEITO MARCHA CAMPONESA

LOCUTORA Em março de 2012 se realizou uma Marcha Camponesa, Indígena e Popular desde Cobán até a capital da Guatemala.

LOCUTOR Frente a milhões de pessoas que marcharam, o governo atual se comprometeu a entregar terras as famílias indígenas desalojadas.

HOMEM E nada, nada, nada. (ECO)

CONTROLE MARIMBAS TRISTES

LOCUTORA Ano 2013. O governo guatemalteco continua sem cumprir seus compromissos. 800 famílias continuam sem terras, sem nada.

CONTROLE MÚSICA MARIMBAS

LOCUTOR Os movimentos camponeses e populares, como o Comitê de Unidade Camponesa – CUC – se organizaram. Muitas vozes se unem a esta luta. A Prêmio Nobel da Paz e liderança indígena, Rigoberta Menchú também se pronunciou:

CONTROLE Exigimos terra para todas as famílias que foram desalojadas em Polochic.

CONTROLE MÚSICA MARIMBAS

LOCUTORA O grande princípio maia é a integração e a harmonia. Para este povo, a existência de cada elemento, de cada objeto e de cada ser, responde a uma missão a cumprir. Mas não cada um aparte, mas sim “cada um juntos”.

POEMA Ir todos juntos como um, como os dedos das mãos.

Compartilhar a comida da festa

Detrás de um só fogo

Detrás de uma só taça

Um só coração.

CONTROLE MARIMBAS TRISTES

LOCUTOR Ir juntos, homens e mulheres da Guatemala e da América Latina, para acabar com o despejo das terras a seus povos originários.

LOCUTORA Para resistir com um só coração e defender o direito a terra, que é a vida da comunidade maia q`eqchi`.

CONTROLE MARIMBA ALEGRE FESTA DE PÁSSAROS

SLOGAN Rompa com essa injustiça. Una-se a milhões de pessoas que exigem terras para o Polochic! Assine em www.change.org/polochic 

LOCUTORA Campanha CRECE OXFAM e Vamos ao Grão.

ESCUTE OS SPOTS NA RADIOTECA!

POLOCHIC, A TERRA É NOSSA VIDA

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Conoce cómo se procesan los datos de tus comentarios.