UM NEGÓCIO VERDE E DE CINCO PONTAS

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Durante muitos anos, a planta de cânhamo, de onde sai a maconha, foi vendida livremente

CONTROLE MÚSICA MEXICANA DO NORTE

NARRADORA Um negócio verde e de cinco pontas.

CONTROLE SOBE MÚSICA E BAIXA

NARRADORA Estamos no México, no estado de Tijuana, um dia qualquer… um dia como hoje.

EFEITO TOQUES PORTA, PASSOS E PORTA SE ABRE

CAPITÃO Senhora Yolanda Yoli?

YOLANDA A própria, sim, mas…

CAPITÃO Sou o capitão Moya, da polícia antinarcóticos. A senhora está presa. Acompanhe-nos.

YOLANDA Presa? E posso saber por quê?

CAPITÃO Por consumo de sustâncias proibidas.

YOLANDA Senhor, eu estou na minha casa, e na minha casa eu faço o que me der na telha.

CAPITÃO Há uma denúncia de seu vizinho, senhora. Está cheirando a maconha.

YOLANDA Ah, o vizinho? Mas o vizinho fuma tabaco como uma chaminé. Prendam-no também.

CAPITÃO Não, senhora, o tabaco não está proibido.

YOLANDA O tabaco dá câncer. A maconha não. Pode me dizer quem proibiu a maconha, hein?

CAPITÃO Nós é que fazemos as perguntas.

YOLANDA Em todo caso, vá procurar o que a vendeu a mim, não concorda?

CAPITÃO Em qual esquina, senhora?

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

NARRADORA Durante muitos anos, a planta de cânhamo, de onde sai a maconha, foi vendida livremente nos Estados Unidos e em todo o mundo. Servia para fabricar medicamentos, tecidos e, sobretudo, papel. Era tão comum que até a Declaração de Independência dos Estados Unidos foi redigida sobre um papel feito com fibras de maconha.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

EFEITO RUA

HOMEM 1 Ei, broder, não quer um pouco?

CAPITÃO Estou aqui para isso… tem da boa?

HOMEM 1 Da melhor…

CAPITÃO A casa caiu. Sou o capitão Moya, da polícia antinarcóticos. Não se mova.

HOMEM 1 Qual é, meu chapa? Que parada é essa?

CAPITÃO Você está traficando droga, não é?

HOMEM 1 Nada disso, meu chapa… Eu só tenho três papelotes…

CAPITÃO Três papelotes? Vai passar três anos atrás das grades… Acompanhe-me…

HOMEM 1 Mas, chefe, eu sou só um varejista… por que não me solta e prende os peixes gordos, hein?

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

NARRADORA Nos anos 30, o empresário Randolph Hearst, dono de grandes empresas madeireiras com as quais fabricava o papel de celulose, quis acabar com a concorrência do papel feito de cânhamo.

HOMEM 2 Mexicanos drogados assassinam crianças inocentes!

NARRADORA Randolph Hearst também era dono da maior cadeia de diários do país. Através de seus jornais, lançou uma feroz campanha culpando a planta de cânhamo dos crimes mais horrendos.

HOMEM 2 Negros enlouquecidos sob os efeitos da maconha violam mulheres brancas!

NARRADORA Em 1937, Randolph Hearst conseguiu que o congresso norte-americano proibisse todo uso do cânhamo, inclusive o medicinal. Com a proibição, suas empresas de papel floresceram.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

CAPITÃO Meu comandante, precisamos maior controle no aeroporto. Por aí é que entra…

COMANDANTE No aeroporto, e no porto, e nas estradas e nos submarinos, e até no tubo digestivo. Capitão Moya, nos estão metendo toneladas de droga por todas as partes.

CAPITÃO E o que faremos, meu comandante? O senhor ordene.

COMANDANTE Que posso ordenar eu se tudo está desordenado? Sabe quantos drogados estão esperando sua dose nos Estados Unidos? 25 milhões de norte-americanos maiores de 12 anos consumem drogas. Imagine… um mercado imenso!

CAPITÃO Mas nós, como Agência Federal de Investigação, temos que descobrir as redes.

COMANDANTE Tenho uma ideia. Capitão Moya, o senhor vai fazer o trabalho de inteligência.

CAPITÃO A que se refere, meu comandante?

COMANDANTE Vai introduzir a mercadoria nos Estados Unidos.

CAPITÃO O quer dizer? Que me torne mula e leve droga na pança?

COMANDANTE Por acaso você é mãe solteira? As mulas são mulheres com filhos e sem trabalho. Você cruzará a fronteira como chofer de uma caminhonete confiável. Uma caminhonete… com artesanato mexicano.

CAPITÃO Artesanato?

COMANDANTE (IRÔNICO) Não esqueça que as vasilhas… têm buraquinhos.

CAPITÃO Isso é muito perigoso, meu comandante.

COMANDANTE Sabe de uma coisa, capitão Moya? Quantos caminhões passam a fronteira com os Estados Unidos a cada dia? 15 mil caminhões. Não vai ser você a agulha que vão achar nesse palheiro.

CAPITÃO Sim, mas…

COMANDANTE Mas nada. O senhor o disse antes. As ordens as dou eu. É preciso fazer guerra estes narcos. Quero que vá me informando passo a passo o que vir, o que descobrir. E que entregue a droga onde eu lhe disser para descobrir a rota.

CAPITÃO E até onde vou chegar?

COMANDANTE Até San Diego. Atuaremos com a maior contundência contra o crime organizado.

CAPITÃO E os papeis, meu comandante?

COMANDANTE Não se preocupe por isso. Eu me encarrego de seu visto e tudo o resto. Entregue, averigúe, e volte.

CAPITÃO Bom, comandante, o senhor manda. O senhor é que sabe.

COMANDANTE Posso confiar no senhor, capitão Moya?

CAPITÃO (CONTINÊNCIA) Pode ficar tranquilo, meu comandante.

EFEITO PASSOS QUE SE AFASTAM E PORTA QUE SE FECHA

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

CAPITÃO Finalmente consegui!… Capitão Moya, entrará na gringolândia com a cabeça erguida e não costas molhadas… O sonho americano!… Já verei eu como faço depois… mas que ficarei por lá, isso sim!

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

EFEITO MUITAS BUZINAS

HOMEM 1 Documentos…

CAPITÃO Aqui estão todos os papeis.

HOMEM 1 Aonde se dirige?

CAPITÃO San Diego. Vou de turista.

HOMEM 1 De turista, não é? Mostre o que leva na caminhonete.

CONTROLE MÚSICA SUSPENSE

EFEITO TELEFONE

COMANDANTE (FILTRO) Alô?

CAPITÃO Aqui fala o capitão Moya, meu comandante.

COMANDANTE Já passou do lado dos gringos?

CAPITÃO Sem nenhum problema, meu comandante. A gente sabe como fazer estas coisas.

COMANDANTE Estupendo. Alguma outra novidade?

CAPITÃO Sim, meu comandante. Como tinha tempo, me tornei amigo de outros caminhoneiros que passavam dos Estados Unidos para o México.

COMANDANTE E daí?

CAPITÃO E me encontro com a surpresa que muitos caminhões passam dos Estados Unidos para o México com armas e munições, metralhadoras M60, fuzis de alta precisão, com granadas, até com lança mísseis.

COMANDANTE Verdade? Não posso acreditar…

CAPITÃO E sabe para onde vão essas armas, meu comandante? Aos cartéis da droga. E passam tranquilamente, sem maiores problemas. São compradas nas lojas da Califórnia, do Arizona, nas feiras de armas do Texas e as vendem aos narcos do México. O senhor entende isso?

COMANDANTE Vou entendendo…

CAPITÃO Também passam os produtos químicos, o que chamam de precursores, para o refino das drogas… O senhor entende isso, meu comandante? Eu fico de boca aberta.

COMANDANTE Pois vai fechando, capitão Moya. Esqueça do que viu e do que vem de lá para cá e concentre-se no que vai daqui para lá.

CAPITÃO Sim, meu comandante. Não se preocupe. De momento, vou comer um bom hambúrguer com chile. Continuarei lhe informando.

EFEITO DESLIGA TELEFONE

CONTROLE MÚSICA DE SUSPENSE

NARRADORA Esta história continuará..

UM NEGÓCIO VERDE E DE CINCO PONTAS

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.