VIVA OS DISCOFÓRUNS!

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Um formato simples, bacana e juvenil.

Às vezes, não sabemos como dinamizar o espaço juvenil. Já fizemos entrevistas, concursos, consultórios, festivais… Por que não experimenta os discofóruns?

Os discofóruns ou discodebates são um formato simples, bacana e juvenil. Além disso, facilita a troca de ideias sobre assuntos de atualidade, inclusive sobre “temas proibidos”.

Como se faz um discofórum? Selecione uma música que esteja na moda (não vai escolher “Viola enluarada” nem “Pra não dizer que eu não falei das flores”). Uma música que esteja bombando entre os jovens. Mas a música selecionada deve ter um argumento. Sei o cantor só fala “você não vale nada, mas eu gosto de você”… não servirá para debater muito.

Procure uma música que coloque uma situação polêmica. Por exemplo, “Televisão” dos Titãs:

A Televisão

Me deixou burro

Muito burro demais

Oi! Oi! Oi!

Agora todas coisas

Que eu penso

Me parecem iguais

Oi! Oi! Oi!…

O sorvete me deixou gripado

Pelo resto da vida

E agora toda noite

Quando deito

É boa noite, querida….

Ref.: Oh! Cride, fala prá mãe

Que eu nunca li num livro

Que o espirro

Fosse um vírus sem cura

Vê se me entende

Pelo menas uma vez

Criatura!

Oh! Cride, fala prá mãe!…

A mãe diz prá eu fazer

Alguma coisa

Mas eu não faço nada

Oi! Oi! Oi!

A luz do sol me incomoda

Então deixa

A cortina fechada

Oi! Oi! Oi!

É que a televisão

Me deixou burro

Muito burro demais

E agora eu vivo

Dentro dessa jaula

Junto dos animais…

Ref.

A mãe diz prá eu fazer

Alguma coisa

Mas eu não faço nada

Oi! Oi! Oi!

A luz do sol me incomoda

Então deixa

A cortina fechada

Oi! Oi! Oi!…

É que a televisão

Me deixou burro

Muito burro demais

E agora eu vivo

Dentro dessa jaula

Junto dos animais…

Ref.

Sugerimos também as letras provocativas de Ska-P ou de La Sonora del Barrio, de Mala Rodríguez ou Bebe, de Manu Chao ou Rubén Blades, Rappa, Racionais MCs ou Juanes. E se quiser ir um pouco atrás, sugerimos Chico Buarque ou Beto Guedes. Outra possibilidade é que os próprios ouvintes escolham as músicas que querem debater.

Selecionada a música, o discofórum funciona assim. Em um papel você tem a letra da música que te servirá de guia para conduzir o debate. Toque a música completa e abra o fórum com perguntas fáceis:

Quem são os músicos, os intérpretes?

O que você sabe sobre os Titãs?

Qual é a ideia principal desta música?

A audiência pode participar de muitas maneiras: através do telefone, por mensagens de texto ou chat, ou também convidando um grupo de jovens à cabine da rádio. Você também pode retransmitir o discofórum fazendo-o em um pátio externo, em una escola, em um clube de jovens.

A seguir, coloque perguntas com mais análise:

Você acha que a televisão aliena as pessoas?

Não é uma crítica muito forte colocar toda culpa na televisão?

O que você acha de músicas críticas como estas?

As bandas e grupos de rap que fazem músicas de protesto são uns ressentidos sociais?

Que os jovens opinem, que debatam, que se coloquem a favor ou contra. Tudo isso desenvolve o pensamento próprio.

Um terceiro tipo de perguntas podem ser mais orientadas à ação:

Como se comportam os jovens do seu bairro em relação à televisão?

O que podemos fazer para mudar esta situação?

Enquanto coloca no ar o discofórum, você pode ir mesclando estrofes da música que estão analisando.

Quanto dura um discofórum? Meia hora? Pode ser. Mas se há boa participação, não o corte. Quando vir que o tema já está suficientemente discutido, termine o programa pondo a música completa.

VIVA OS DISCOFÓRUNS!

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.