AO CIVIL DESCONHECIDO

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Entre 90 e 95 por cento dos mortos e feridos nas atuais guerras são civis.

EFEITO GRITO E TACONEO MILITAR

LOCUTORA Em quase todas as cidades e capitais do mundo existe um monumento especial, anônimo, sem rosto…

VOZ (ECO) A tumba do soldado desconhecido.

CONTROL DIANA MILITAR

LOCUTORA Nos ditos monumentos, repousam os restos de um dos tantos soldados mortos em uma das tantas guerras inventadas pelos vivos.

EFEITO O monumento sempre é iluminado por uma lâmpada votiva que queima dia e noite.

EFEITO TACONEO MILITAR

LOCUTOR A tumba é custodiada por outros soldados que montam guarda de honra e vestem os uniformes de combate.

MULHER Que emocionante!… A mim esses heroísmos dos militares me põem a carne de galinha…

HOMEM Poiss não se emocione tanto, comadre. Porque essas coisas, essas tumbas e monumentos aos soldados desconhecidos já passaram de moda.

MULHER Como que passaram de moda? De que me está falando você?

EFEITO GUERRA ANTIGA

HOMEM Nos filmes, se vê os exércitos guerreando corpo a corpo, saltando trincheiras, atacando posições, cravando uma bandeira no bando inimigo. Mas agora as coisas são diferentes. A guerra mudou.

MULHER Bom, sim, mudaram as armas.

HOMEM Sim, claro, mas sobre tudo… mudaram os mortos.

EFEITO SINAL INFORMATIVO

LOCUTOR As guerras do século 20 foram as mais mortíferas na história da humanidade. Causaram 187 milhões de mortes.

LOCUTORA Mas, quem morreu nestas guerras?

LOCUTOR Durante a Primeira Guerra Mundial, por cada civil que morria havia 20 baixas militares.

EFEITO SINAL INFORMATIVO

LOCUTOR Na Segunda Guerra Mundial, este dado mudou drásticamente. Por cada militar que morria… havia duas baixas civis.

MULHER Como disse?

EFECTO BOMBARDEOS

LOCUTORA Hoje estima-se que quase todos os mortos e feridos nas guerras… são civis.    

LOCUTOR Por cada 20 civis mortos, cai um militar. A proporção é exatamente ao contrário.

EFEITO SINAL INFORMATIVO

MULHER Mas isso é uma barbaridade… Como é possível?

HOMEM Pois assim é, comadre. Por isso lhe dizia que guarde suas emoções bélicas… Quem põe os mortos nas guerras de hoje? Nas de antes, sim, aí brigavam os soldados, morriam os soldados e se levantavam monumentos aos soldados, conhecidos ou desconhecidos. Mas agora…

EFEITO GUERRA

HOMEM Em Guernica, em Hiroshima não se bombardearam exércitos. Tampouco em Belgrado nem no bairro de Chorrillos no Panamá… As bombas eram jogadas sobre cidades. E morreram —continuam morrendo— civis, mulheres, velhos, crianças despedaçadas.

MULHER Uma coisa horrível… Uma carnificina…

HOMEM Veja, comadre, na guerra dos Estados Unidos contra Iraque… Uma guerra ilegal, cruel, inventada para roubar petróleo… Quantos civis morreram até agora?… 30 mil, 50 mil?… Ninguém sabe a conta certa…

CONTROL DIANA MILITAR

LOCUTORA As novas estatuas não serão ao soldado desconhecido, se não ao civil desconhecido.

BIBLIOGRAFIA
Luis N. Rivera Pagán, Entre el terror y la esperanza, Universidad de Puerto Rico, marzo 2004.

AO CIVIL DESCONHECIDO

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.