COMO LER FRENTE A UM MICROFONE?

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Quatro níveis de leitura que devem ser exercitados por um bom locutor ou locutora:

Tenho um texto entre as mãos e estou na cabine. Existem alguns truques para ler bem?

A melhor forma de ler no rádio (e em qualquer situação) é que não pareça que se está lendo. Como conseguir isso?

Vejamos quatro níveis de leitura que devem ser exercitados por um bom locutor ou locutora:

LEITURA COMPREENSIVA

Alguns locutores parecem maritacas ou papagaios. Lêem um texto e, no final, se alguém lhes perguntar, não entenderam nada do que leram. Às vezes, estão tão preocupados em colocar a voz, de pronunciar corretamente, que nem sabem o que disseram.

O primeiro nível de leitura é entender o que está sendo lido, fazer-se responsável pelas frases que saem pela sua boca. Que exercícios ajudam para desenvolver essa capacidade?

Comece pelas palavras. Na página que você leu… há algum termo que você não entende? Pois pede ajuda para o pai dos burros. Se você se acostumar a ler com um dicionário ao lado, em pouco tempo duplicará ou triplicará o seu vocabulário.

Lei primeiro sozinho, em silêncio. Descubra a idéia central e resuma o conteúdo em poucas palavras. Se não entendeu, leia de novo. Se ainda assim não entender o sentido, pergunte a um amigo. Mas não cometa a loucura de colocar no ar um texto que nem você mesmo entende.

LEITURA PONTUADA

Os sinais de pontuação são como os sinais de trânsito do idioma. Como em uma estrada, também em um texto ocorrem acidentes: correr demais pode matar o sentido do que está escrito. Ao contrário, se frear a tempo, as pausas tornam compreensível o texto e o ressaltam.

Um bom exercício consiste em ler alguns parágrafos diante de um amigo. Sem ver o texto, ele deverá indicar-lhes onde ele acha que vão as vírgulas e os pontos. Se coincidir com o que está escrito, você está respeitando os sinais de pontuação.

Para conhecer como é a entonação de cada um dos sinais de pontuação (ponto e vírgula, dois pontos, três pontos, interrogações com perguntas abertas e fechadas, exclamações, parêntesis e aspas) o remetemos ao seguinte radioclip: http://www.radialistas.net/clip.php?id=1400221

LEITURA MODULADA

Se para falar é necessário modular a voz (subir o tom, baixar fazer pausas, mudar o ritmo), para ler isso é imprescindível. Porque um texto pode ser atenuado com um bom jogo de voz.

Para modular melhor, os locutores experimentados ganham texto com a vista. Os olhos vão à frente captando as palavras que a boca ainda não pronunciou. Isso permite compreender o sentido da frase, prever alguns termos difíceis, saber quando respirar. Este exercício supõe grande concentração. Habitue-se a adiantar com os olhos três ou quatro palavras. Ou até mais.

Também o texto que você vai ler, grifar as palavras ou dados principais que dão sentido às frases e que precisam ser enfatizadas.

LEITURA LIVRE

O domínio de um texto é conquistado quando tem sabor de improvisação, como se estivesse conversando. Como conseguir isso? Distanciando-se um pouco do que está escrito, isto é, parafraseando. Repare nesta frase:

    Se o FMI continuar apertando, a corda vai se romper.

Uma leitura livre poderia ser assim:

    Se o FMI continua, se continua a-per-tan-do… aiaiai!… a corda vai se romper.

Não é preciso fazer isso a cada linha. Nem se trata de inventar ou mudar o sentido do que está escrito. Mas com pequenos acréscimos do seu estoque conseguirá dar muita frescura a sua leitura.

COMO LER FRENTE A UM MICROFONE?

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.