EM VOZ DE PROTESTO

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

A juventude chilena não vende sua educação…

A luta será dura,

 Mas o futuro da Universidade está em jogo

E nesta batalha nós não cruzaremos os braços.

Camila Vallejo

(Discurso de posse da Presidência da Federação de Estudantes do Chile)

Desde meados de maio deste ano, as notícias não paravam de chegar sobre o protesto que se realizava no Chile. Mobilizações que aglutinaram e aglutinam a milhões e milhões de pessoas em Santiago e nas principais cidades do país. Tomadas de escolas secundaristas e instalações universitárias, demandas, reclamações e o ressurgir do grito de uma juventude rebelde.

Estudantes secundários de colégios municipais, subvencionados, particulares, Centros de Formação Técnica, Institutos Profissionais, estudantes de universidades públicas e privadas são os atores desta mobilização sem precedentes. Desde o retorno à democracia no Chile não se via nada semelhante. E quais são as exigências? Uma educação inclusiva, que seja reconhecida como bem público e que o Estado garanta o acesso a esta. Mas as demandas não ficaram unicamente na agenda da educação. Outros setores (sindicalistas, operários, organizações sociais) se somaram e agora a demanda é contra o sistema e o modelo neoliberal.

RADIALISTAS se soma a estas vozes de protesto. Para reconhecer a luta das companheiras e dos companheiros chilenos lhes enviamos uma entrevista realizada com Valentina Olivares, que faz parte do Coletivo Práxis e é estudante de psicologia da Universidade do Chile. Anime-se e faça um especial em tua rádio sobre a mobilização e demandas da juventude e do povo chileno.

Viva o Chile!

ESCUTE O ÁUDIO DA ENTREVISTA COM VALENTINA OLIVARES 

EM VOZ DE PROTESTO

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.