ENTRE BOTAS, ASFALTO E ROCK & ROLL

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

No bairro Bullicio os jovens usam a música como forma de expressar sua rebeldia.

Chira é uma jovem punk. Fresita, sua irmã menor, sente curiosidade pelo rock. No bairro onde vivem, chamado Bullicio, muitos jovens usam a música como forma de expressar sua rebeldia.

Seño Charito, a lojista fofoqueira, tem medo destas expressões culturais e queria erradicá-las do bairro. Washo, um garoto tímido, começa a curtir rock escondido de seu pai, Lucio González, porque este relaciona o rock com a delinquência. Além disso, é o diretor do colégio e impõe sua autoridade acima de tudo, mesmo que para isso discrimine os jovens por sua forma de vestir ou comportar-se.

Estas são algumas das histórias que você pode ouvir na radionovela Entre botas, asfalto e rock & roll, produzida no Equador entre o Coletivo Pró Direitos Humanos (PRODH) e a organização político-cultural DIABLUMA.

Esta produção aborda a realidade que vivem as jovens e os jovens roqueiros, punks e metaleiros da cidade de Quito em seu lar, no colégio, no bairro ou nos concertos. Em muitos destes espaços nem sempre os recebem com respeito, por sua estética ou forma de expressar-se.

Por isso, o objetivo desta produção radiofônica é abrir o diálogo entre diferentes culturas, assim como também entre diferentes gerações. Para isso, cada capítulo vem acompanhado de perguntas que servirão para abrir o debate e trabalhar problemas como a desigualdade de gênero, a violência nos lares, a discriminação cultural ou por orientação sexual e a luta por espaços públicos seguros e acessíveis para a juventude.

Para que serve esta radionovela?

1.Para que jovens e adultos nos sensibilizemos sobre a necessidade de construir relações justas e respeitosas.

2.Para que as autoridades apóiem as iniciativas juvenis encaminhadas no exercício de seus direitos.

3.Para que os meios de comunicação conheçam e se comprometam com os problemas da juventude, tratem adequadamente os temas e abram espaços de participação juvenil.

Como utilizá-la?

1.Em áudio-debates dentro dos programas de rádio juvenis.

2.Realizando fóruns nos colégios e organizações juvenis.

3.Para ouvir nos recreios dos colégios.

Com este trabalho de radio, a equipe produtora da série quer render uma homenagem aos que, pela irresponsabilidade e desproteção das autoridades e da sociedade, faleceram no incêndio da Discoteca Factory na cidade de Quito, 19 de abril de 2008.

Você pode descarregar a série completa de Radioteca.

Esta Radionovela conta com o apoio de PCI Media Impact que vem trabalhando com outros coletivos e rádios latino-americanas para produzir radionovelas sobre temas educativos de saúde, ecologia, sexualidade… Muitas destas produções também são compartilhadas na Radioteca.

BIBLIOGRAFÍA
Colectivo Pro Derechos Humanos e a organização político-cultural DIABLUMA .

ENTRE BOTAS, ASFALTO E ROCK & ROLL

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.