MONTAR UMA RÁDIO (3)

Os equipamentos de transmissão necessários para instalar uma rádio.

Nos dois radioclips anteriores falamos dos equipamentos necessários para montar um estúdio de rádio e como acondicionar a acústica da cabine.

Mas faltava a parte das transmissões, o passo final para sair no ar.

Radio Enlace
Em general, os centros de transmissões não estão junto aos estúdios. Na maioria dos casos ficam fora da cidade, onde não há problema em instalar altas torres para as antenas.

Para enviar o sinal do estúdio precisamos de um equipamento que o mande e um receptor que o receba no centro de transmissões.

A este conjunto de transmissor (TX) e receptor (RX), com suas antenas respectivas, os chamamos Rádio Enlaces.


Equipamento transmissor
É a alma da rádio. O encarregado de processar o sinal que chega dos estúdios e amplificá-lo.

São de dois tipos. Os mais antigos que são a válvulas (também chamadas de tubos) e os modernos de transistores. Dos primeiros quase ninguém vende mais, mas ainda sobram muitos funcionando em várias rádios, sobretudo de AM.

A potência do transmissor determinará a quantidade de sinal que vamos irradiar. Embora a área de cobertura do sinal não dependerá somente de tal potência, pois também influi o tipo de antena, a altura da torre e sua localização.

As potências vão dos 10 watts até 5 e 10 quilowatts, inclusive mais potência acoplando transmissores.

Embora existam transmissores “caseiros”, se puder investir em um de marca será muito melhor. Sempre terá maior garantia. De nada serve fazer umas boas produções se o transmissor falha constantemente e sai do ar. No entanto, para começar e se a grana está curta, uma boa opção é construí-lo com tuas próprias mãos.

Na América Latina comercializam-se bastante os OMB, RVR, Seratel, os tradicionais Nautel e Harris ou as fabricações locais como a chilena Sender o a argentina Mafer.

Se estiver pensando em comprar um transmissor, pergunte se é possível adaptar para emitir digitalmente. A Rádio Digital está chegando e precisamos estar preparados.

Torre e Antena
Muita gente confunde a torre ou o mastro com a antena de transmissão.

As torres são o suporte metálico onde colocamos as antenas propriamente ditas que estão conectadas ao transmissor por um cabo chamado coaxial.

Nas FM há antenas de diferentes tipos, mas as mais usadas são os dipolos. Podem ser colocadas em um pequeno mastro ou inclusive instaladas no alto do campanário.

Com as antenas de AM a coisa não é tão simples. A antena é um longo cabo que sobe amarrado à torre. Este cabo tem que estar unido a terra onde se conectam outros cabos estirados e horizontais chamados radiais. A altura da antena e a torre dependerão da freqüência em que será transmitida, mas serão pelo menos uns 50 metros.

Não se esqueça de colocar na ponta da torre as balizas e o pára-raios. As primeiras são as luzes vermelhas que indicam a altura da torre, para que nenhum piloto distraído a leve com seu avião.

O pára-raios deve estar conectado a uma chapa de ferro enterrada no solo na base da torre tanto em AM quanto em FM. Esta base é construída para suportar todas as descargas elétricas e para que o transmissor não se danifique e deve ser envolvida com carvão para aumentar o contato com a terra.

Se tiver a má sorte de um raio cair sobre a torre e o pára-raios não estiver funcionando bem… pode ir fazendo uma coleta para comprar outro porque o seu, com toda certeza, estará chamuscado!



Refrigeração
Os transmissores, sobretudo os de maior potência, consomem muita energia. Tal energia é transformada em radiofreqüência, isto é, em ondas de rádio. Isto faz com que os equipamentos gerem muito calor. Por isso, é fundamental que o lugar onde o transmissor esteja instalado esteja bem refrigerado com ar condicionado.

No próximo radioclip seguimos com este assunto dos equipamentos necessários para montar uma emissora. E como a rádio também se faz da rua, nos iremos fora da cabine para falar das transmissões móveis.

MONTAR UMA RÁDIO (3)

Un comentario sobre «MONTAR UMA RÁDIO (3)»

  1. Btarde
    Gostei da temática sobretudo no que tem haver com a estrutura para montar uma rádio.
    O material sugerido, tipo de antenas, bem como os transmissores de FM.
    Qto aos emissores de AM, parece que estão a entrar em disuso com o surgimento das novas tecnologias de informação.
    Será que devemos continuar aconselhando os governantes para investirem em emissores de AM nesta fase?

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.