AS GALINHAS DE LEE E CAUSBY

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Dois granjeiros estadunidenses se proclamaram donos do céu.

EFEITO AEROPLANO ANTIGO

LOCUTORA Era 17 de setembro de 1903. Em uma praia da Carolina do Norte, Estados Unidos, Orville y Wilbur Wright voaram no primeiro aeroplano…

EFEITO AEROPLANO ANTIGO

LOCUTOR Aquela aventura durou apenas um minuto e meio. Mas os inventores, os irmãos Wright, demonstraram que nós seres humanos podíamos caminhar, correr, nadar… e também voar como os pássaros!

EFEITO APLAUSOS MULTIDÃO

LOCUTORA No mundo inteiro houve uma explosão de euforia ante a nova tecnologia. Se abria uma etapa grandiosa para a humanidade.

CONTROLSICA DE ÉPOCA ALEGRE

LOCUTOR Mas nunca falta uma mosca na sopa…

LOCUTORA Porque naquela época, a inícios do século 20, quando os irmãos Wright inventaram o aeroplano, havia leis estadunidenses bastante curiosas.

LOCUTOR Por exemplo, a lei dizia que o proprietário de um terreno era também dono de tudo o que tinha sob seus pés e também do ar que tinha sobre sua cabeça.

GRANJEIRO Como deve ser!… Os direitos sobre a terra chegam até os céus.

EFEITO AVIÕES

LOCUTORA E aconteceu que os novos aeroplanos começaram a cruzar os céus.

LOCUTOR E passavam por cima de muitas granjas.

EFEITO GALINHEIRO

LOCUTORA E as galinhas dos granjeiros se assustavam com aquele ruído…

GRANJEIRO Diacho!… Malditos aviões!… Estão alvoroçando o galinheiro…

LOCUTOR Em 1945, Thomas Lee e Tinie Causby, dois granjeiros da Carolina do Norte, apresentaram uma denúncia contra os aviões.

EFEITO MARTELO JUIZ

JUIZ Silêncio!… Que falem os denunciantes…

GRANJEIRO Nossas galinhas estão morrendo, senhor Juiz. O maldito ruído desses malditos aeroplanos não as deixa dormir.

JUIZ Mas mister Causby, compreenda que…

GRANJEIRO Não compreendo nada. As terras são nossas e o ar também.

JUIZ Então…

GRANJEIRO Intonce, esses malditos aeroplanos não podem cruzar sobre nossas terras sem permissão. O que diz a lei? Que temos direitos reservados sobre o ar.

JUEZ Veja, mister Causby, e o senhor, mister Lee… Com efeito, assim diz a lei. Mas essa lei já se tornou obsoleta no mundo moderno.

GRANJEIRO A lei é a lei, senhor Juiz.

JUIZ E os aeroplanos são os aeroplanos, mister Causby. O ar é uma estrada aberta, pública, livre. Do contrário, qualquer voo teria que pagar milhões de pedágios e direitos a todos os granjeiros da terra. É questão de bom senso.

EFEITO MARTELO JUIZ E MURMÚRIOS

LOCUTORA Hoje, em pleno século 21, tem gente que perdeu o bom senso e pretende cobrar direitos parecidos aos que reclamavam os granjeiros Causby e Lee.

LOCUTOR Agora não sobre o espaço aéreo, mas sobre os espaços culturais.

VOZES Está proibido copiar música, está proibido copiar livros, está proibido copiar filmes, está proibido copiar… proibido copiar… proibido copiar…

LOCUTORA Com mentalidade de galinha, pretendem cobrar direitos de autor e pôr “copyright” na cultura…

POLICIAL Acompanhe-me, jovenzinho!…

JOVEM Mas eu…

POLICIAL O senhor está preso por andar baixando música da internet!

LOCUTORA Copiar não é crime.

LOCUTOR É um direito cultural.

LOCUTORA A cultura tem que ser como os aeroplanos, livre e universal.

LOCUTOR Compartilhar pela internet livros, discos, filmes, música…

LOCUTORA … não é nenhum crime.

LOCUTOR Trocar arquivos, enlaçar páginas da internet, não é nenhum crime.

LOCUTORA Ao contrário, é um ato de generosidade intelectual.

LOCUTOR As sociedades de autores e editores, as empresas dedicadas a lucrar com a chamada propriedade intelectual, mercenários da cultura, têm os dias contados.

LOCUTOR Como aqueles granjeiros míopes, Lee e Causby, que não entenderam o mundo em que viviam.

VOCÊ ESTÁ DE ACORDO COM A CULTURA LIVRE… OU COM CAUSBY E LEE

BIBLIOGRAFÍA
Lawrence Lessig, Por una cultura libre, 2004. Este livro tem uma licença Creative Commons. Tradução de Antonio Córdoba.

AS GALINHAS DE LEE E CAUSBY

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.