CABEÇA DE NEVE

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Um conto infantil para superar as diferenças.

CONTROL INSTRUMENTAL SENTIMENTAL

EFEITO PRANTO BEBÊ

MULHER Que lindo bebê

HOMEM Tem o cabelo branco, branquíssimo!

MÃE É formoso nosso filhinho, parece um anginho.

NARRADORA Ezequiel havia nascido num dia de sol brilhante, e quando sua mãe e seu pai o tiraram do hospital, a cabecinha dele brilhava como se fosse de neve. Ou de creme batido.

PAI É o bebê mais lindo do mundo!

CONTROLSICA SENTIMENTAL

EFEITOS CAMPO

NARRADORA Ezequiel foi criado no campo. Brincava com as galinhas e seus franquinhos. Corria atrás dos cachorros e até aprendeu a montar em cavalinho que lhe presenteou seu pai. Mas, um dia…

PAI Mulher, Ezequiel já tem 6 anos e deve estudar. Temos que mudar-nos à cidade.

CONTROL GOLPE MUSICAL

EZEQUIEL (PENSANDO) À cidade!… Vou conhecer a cidade e terei amiguinhos, que divertido!

NARRADORA Assim foi que se mudaram a uma linda casinha muito proxima de uma escola. Até que chegou o dia tão esperado.

PAI Adeus filhinhoo. (BEJO)

MÃE Tchau, Ezequiel. Verás que te agradará a escola.

EFEITOS GRITARIA E RISADAS DE MENINOS E MENINAS

NARRADORA Ezequiel, nervoso, com a carinha limpa e seu cabelo branco, blanquíssimo e reluzente, bem penteado, se aproximou à fila do primeiro grau que se estava já formando no páteo.

EZEQUIEL (PENSANDO) Que acontecerá? Todos me olham… Será que estou com meu uniforme sujo ? Terei algo na cara?

NARRADORA Estava a ponto de chorar de tão nervoso, quando um menino aproximou-se cercó dele…

MENINO Por que tens o cabelo assim?

EZEQUIEL ¿Así?… ¿Cómo?

NARRADORA Ezequiel não entendia essa pergunta. Recordava as palavras de sua mãe.

MÃE (REVER) Que lindo cabelinho, parece um copo de neve.

EFEITO RISADAS DE MENINOS

VOZES (GRITARIA) Cabeça de creme, cabeça de papel, cabeça de açúcar!

NARRADORA Ezequiel olhou a seu redor e imediatamente se deu conta…

EZEQUIEL Nenhum menino tem o cabelo blanco como eu. Por que? (PRANTO SUAVE) Já não gosto da escola.

NARRADORA Chorou em silêncio e muito triste se retirou para um canto. Queria regressar a sua casa, onde sua mãe e seu pai o amavam com seu cabelo branquíssimo.

(PASSOS) Nisso, chegou a professora.

PROFESSORA Meninos, meninas, vamos a sala de aula.

NARRADORA A sala era lindíssima. Estava decorada com desenhos, letras e números. Mas Ezequiel estava tão triste que queria sair correndo. Sentou-se só. Ninguém quis sentar-se com ele.

PROFESSORA Meninos, meninas. Vou fazer a chamada. Quando eu os chame, parem- se ao lado de sua cadeira. Está bem?

EFEITO MURMÚRIOS MENINOS

PROFESSORA Vejamos, párem-se os altos.

NARRADORA Todos se desorientaram. Não entendiam. Mas pararam-se os altos.

PROFESSORA Agora, os baixinhos.

NARRADORA E pararam-se as meninas e meninos baixinhos.

PROFESSORA Párem-se quem tem óculos. Os que não os usam. Os charlatões, as caladinhas, os de cabelos vermelhos, as de dentes pequenos, os simpáticos, as de cabelos compridos e as de curto…

NARRADORA E assim, seguiu com uma lista interminável.

EFEITO RUÍDOS DE SENTAR-SE E PARAR-SE, MURMÚRIOS.

NARRADORA As meninas e os meninos não faziam mais que pararem, sentar e voltar a parar, porque todos, todas, todinhos, se sentiam nomeados várias vezes…Se levantaram e sentaram tantas vezes, que ficaram esgotados… Mas a professora disse algo mais:

PROFESSORA Agora… que parem os que queiram divertir-se, as que queram fazer-se amigas, os que queiram brincar, as que queiram sorrir!

MENINOS E MENINAS Siiimmmm! Eu professora, eu senhorita, eu, eu, eu….

NARRADORA Nesse momento, todos as crianças, esquecendo qualquer diferença, se puseram a brincar. Ninguém se lembrava do cabelo branco, branquíssimo, de Ezequiel.

EZEQUIEL (RISADAS) Me agrada a escola!

MENINO Posso sentar contigo, Ezequiel?

EZEQUIEL Comigo?… Sim!

NARRADORA Daí por diante, Ezequiel teve muitos amigos e amigas. Dizem também que em cada natal…

PROFESSORA E para fazer de Papai Noel… a quem vamos eleger?

MENINOS E MENINAS (CORO) A Ezequiel!

EZEQUIEL (RISADAS) gosto do meu cabelo branco, branquíssimo, como Papai Noel.

CONTROL CANÇÃO NATALINA

BIBLIOGRAFÍA
Conto de Sônia Almada, Diretora do Centro Assistencial de Saúde Mental, Buenos Aires, Argentina.
www.aralma.com.ar

CABEÇA DE NEVE

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.