CAETANA MEU MARIDO NÃO GOSTA DA MINHA MÃE

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Meu marido não gosta da minha mãe. Ela acaba de enviuvar e eu vou vê-la a cada dois semanas. Ele disse que minha mãe é uma manipuladora, ela, que ele não gosta dela.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

CAETANA João, minha mãe está doente.

JOÃO Outra vez, Caetana?

CAETANA Mesmo que você não goste, tenho que ir vê-la.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

CAETANA Minha mãe ficou viúva há dois anos e desde então, caíram sobre ela as dez pragas do Egito. Se não é uma é outra coisa, mas sempre está doente…

EFEITO TELEFONE

MÃE Caetana, filha. Estou me sentindo mal. Venha filhinha, acompanhe-me.

CAETANA Sim, mãe. Quando eu puder corro para ai.

CONTROLE MÚSICA TENSA

CAETANA Correr para lá significa viajar duas horas. Minha mãe vive em outra cidade, sozinha.

JOÃO E teus irmãos, Caetana?

CAETANA Eles são homens. E minha mãe se entende melhor comigo que com minhas cunhadas.

JOÃO Você tem trabalho, Caetana. Além disso, nossos filhos.

CAETANA Cuide deles, por favor. Irei só um par de dias.

CONTROLE MÚSICA TRISTE

CAETANA João nunca simpatizou com minha mãe. Desde que nos casamos fomos viver em outra cidade e, naturalmente, minha mãe e meu pai nos visitavam…

EFEITO ÔNIBUS, CARRO

SOGRA Filhinha, que alegria em vê-la… Como está, João?

JOÃO Bem, senhora.

SOGRA Sorte tua, porque eu estou com dor no corpo todo, olha quantas pílulas que tenho que tomar.

JOÃO É mesmo, a senhora toma muitos remédios.

SOGRA O doutor disse que preciso para meus rins, meu coração…

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

CAETANA Minha mãe vai de médico em médico e João, que é esportista, não entende que com os anos…

JOÃO Por Deus, Caetana. Não é questão de idade, mas de mania.

CAETANA Espere até chegar na idade dela.

JOÃO Se for para viver assim, prefiro…

CAETANA João!

CONROL GOLPE MUSICAL

CAETANA Quando enviuvou suas doenças se multiplicaram. E eu me propus vê-la a cada duas semanas…

SOGRA (ANSIOSA) A cada duas semanas?

JOÃO (IRRITADO) A cada duas semanas?

CONTROLE GOLPE MUSICAL

CAETANA No começo estava tudo bem. A cada duas semanas passava uns dias com minha mãe. Mas para ela não bastava e para João sobrava.

EFEITO TELEFONE

SOGRA (FILTRO) Caetana, filha, quando você vem?

CAETANA Mas se acabei de voltar, mãezinha.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

JOÃO Outra vez, Caetana? Se acabou de regressar.

CAETANA Não, João. Já passaram duas semanas.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

CAETANA Vivo assim, em um aperta e afrouxa. Não é só as doenças, João e minha mãe já tinham velhos problemas. Ela diz que João é egoísta e ele, que minha mãe é manipuladora. Inclusive, estive a ponto de separar-me por esse problema…

EFEITO LAR

JOÃO Não te entendo, Caetana. Está casada com tua mãe ou comigo?

CAETANA Tenho que ver a minha mãe.

JOÃO Praticamente, vive na casa dela.

CAETANA Ela não vem porque você não gosta dela.

JOÃO Está vendo? Ela me culpa, mas não reconhece que se mete em tudo.

CONTROLE MÚSICA TENSA

CAETANA Não posso ser feliz assim. Minha mãe é minha mãe, eu sua única filha mulher e sempre estivemos juntas. Agora que morreu meu pai, entendo que ela precise de mim mais que nunca. Há pouco, tive um problema em sua casa e me ligou.

SOGRA (FILTRO) Filha, a parede da cozinha está cheia de umidade que passa da casa do vizinho. Já fui conversar com ele, mas ele é grosso. Pode vir ajudar-me?

CAETANA Claro, mamãezinha. Neste fim de semana vou vê-la.

CONTROLE MÚSICA TENSA

CAETANA Mas no fim de semana…

EFEITO LAR

JOÃO Estou muito cansado, Caetana. Então organizei um passeio à praia contigo…Vamos esquecer de tudo…

CAETANA Mas…

JOÃO Nenhum mas. Os meninos ficarão com a minha irmã e poderemos ter um par de dias tranquilos.

CAETANA É que…prometi para minha mãe de ir visitá-la. Tem um problema com o vizinho dela.

JOÃO Vizinho?

CAETANA É que…

JOÃO Ou seja que não quer ir comigo?

CAETANA João, não é que não queira. Não posso. Além disso, nós vivemos juntos. Minha mãe está só e precisa de mim. Você poderia me acompanhar. Assim a ajudamos e ela vê que você a aceita.

JOÃO Eu? Mais essa agora? Olha, Caetana. Já estou farto dessa permanente demanda de tua mãe. Eu entendo que a acompanhe, mas ela se esquece que você já tem tua própria família. Até quando vai estar sob suas asas?

CONTROLE MÚSICA TENSA

CAETANA João está bravo e tem razão. Mas eu não sei como agir ante situações assim. Minha mãe reclama minha atenção e meu marido também. Os dois são meus amores. Quero dar-lhes o melhor de mim, mas não suporto esta eterna rivalidade. Não sei que fazer. E você, o que faria em meu lugar?

CONTROLE MÚSICA SUSPENSE

*PRIMEIRA SOLUÇÃO*

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Primeira solução…

JOÃO Olha, Caetana. Sua mãe se esquece que você já tem tua própria família. Até quando vai estar sob suas asas?

CONTROLE MÚSICA TENSA

CAETANA João e eu brigamos muito. É tão teimoso. Ouve que minha mãe liga por telefone e…

JOÃO (REVER) Caetana, tua mãe não tem nada para fazer? Liga para você todo dia.

CAETANA João, já discutimos sobre isso. (PAUSA) Afinal, fomos à praia…

EFEITO MAR, GAVIOTAS

JOÃO Está chateada, Caetana?

CAETANA Chateada? Não. Tenho muito calor…

JOÃO Vamos para um bar. Umas cervejinhas geladas e tudo bem.

EFEITO BAR, BRINDES DE HOMENS

HOMBRE João, Caetana, que surpresa! Venham para nossa mesa.

CAETANA (PENSANDO) Que azar!

EFEITO RISADaS

CAETANA João se sentia feliz, eu não. O que fazia ali naquele lugar com amigos em vez de atender a minha mãe? Na certa que ela estava angustiada… (PAUSA) Vou ao banheiro, João.

CONTROLE MÚSICA TENSA

CAETANA Corri para o telefone…

EFEITO TELEFONE

CAETANA Mamãezinha? Mamãezinha, desculpe. É que João teve um compromisso e tive que acompanhá-lo.

SOGRA (CHORANDO) Não te preocupe, filhinha. Vou ver o que eu faço.

CAETANA Logo vou vê-la. Não te preocupe.

CONTROLE MÚSICA TRISTE

CAETANA Me senti pior. O fim de semana foi incômodo para mim. Claro que tentei aparentar que estava contente, amo João e ele havia organizado a viagem com grandes expectativas.

JOÃO Tudo bem, Caetana?

CAETANA É…, sim.

CONTROLE MÚSICA TENSA

CAETANA Ao voltar para casa tinha uma grande sensação de culpa. E se acontecesse alguma coisa com a minha mãe e eu não estou com ela? Tenho que falar com João

EFEITO LAR

CAETANA João, me dói não poder ver a minha mãe quando eu quero.

JOÃO Quando ela exige.

CAETANA Embora não lhe agrade, irei todos os fins de semana.

JOÃO E nós? E eu?

CAETANA Venha comigo, João.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

CAETANA Meus filhos me acompanham às vezes, mas ele não. Eu não vou renunciar de ver a minha mãe, para que depois me arrependa quando já não estiver a meu lado. João terá que acostumar-se.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

*SEGUNDA SOLUÇÃO*

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Segunda solução…

JOÃO Olha, Caetana. Sua mãe se esquece que você já tem tua própria família. Até quando vai estar sob suas asas?

CONTROLE MÚSICA TENSA

CAETANA E agora, o que faço? (PAUSA) Minha cunhada… Sim, vou ligar para ela…

EFEITO TELEFONE

CUNHADA (FILTRO) Olha, Caetana. Tudo bem que é tua mãe, mas João é teu marido. Por que você não a convida para passar o fim de semana com os netos?

CAETANA É que… tem um problema com o vizinho.

CUNHADA Que pode esperar, ou não?

CAETANA Sim, acho que sim.

CUNHADA Então, não há muito o que pensar.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

CAETANA Desliguei e liguei para minha mãe.

EFEITO TELEFONE

CAETANA Sim, mãe. João e eu vamos ficar uns dias de férias e não posso ir vê-la. Por que a senhora não vem e fica com teus netos?

SOGRA Não me sinto muito bem, filha. E não posso tomar o ônibus.

CAETANA Que pena, mamãezinha. Outro dia conversamos, tá bom? Um beijo.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

CAETANA A resposta dela me aborreceu. Minha mãe estava bem e não é nenhum problema tomar o ônibus na cidade dela.

JOÃO Eu te disse, Caetana. Ela só pensa nela mesma.

CONTROLE MÚSICA TRISTE

CAETANA Fomos à praia, descansei e pus em ordem meus sentimentos. Vou falar claramente com minha mãe.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

EFEITO LAR

CAETANA Mãe, já não irei a cada duas semanas. A senhora é uma mulher forte e pode vir me visitar.

MÃE Mas filha, é difícil para mim.

CAETANA Para mim também, mamãezinha. Ouça, a senhora estará mais próxima de teus netos, verá que João é um bom homem. E ele, que vocês podem se dar bem.

CONTROLE MÚSICA ALEGRE

CAETANA Depois de acalmar todos seus temores, minha mãe aceitou. Agora revezamos as visitas. Não será fácil no início, mas espero que todos, começando por João, façamos o possível para que ela se sinta bem e em família.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

*TERCEIRA SOLUÇÃO*

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Terceira solução…

JOÃO Olha, Caetana. Sua mãe se esquece que você já tem tua própria família. Até quando vai estar sob suas asas?

CONTROLE MÚSICA TENSA

CAETANA Não respondi para não continuar a briga, mas não é justo que ele, sem me consultar, tenha programado uma saída. E se a minha mãe ficar doente?

JOÃO (REVER) Ela não tem nada, Caetana. Só te manipula.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

CAETANA Não é verdade. Ir à praia quando ela precisa de mim? Seria eu uma má filha, uma ingrata. Tenho que convencer o João.

EFEITO LAR

CAETANA João, amor. Estou muito confusa. Minha mãe precisa de mim e você quer sair de férias.

JOÃO Tua mãe não precisa de você.

CAETANA Sabe que sim. E me parece que está agindo com egoísmo.

JOÃO Se não quer ir comigo, vou só.

CAETANA Não podemos deixar o passeio para outro sábado?

JOÃO Para quando ela quiser? Por favor, Caetana.

CAETANA Se fosse tua mãe eu não agiria assim.

JOÃO Só que não é. Estou cansado, Caetana, e quero que descansemos.

CAETANA Eu vou ficar mais tensa. Não servirá para nada.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

CAETANA A briga foi grande. E fomos dormir desgostados. No dia seguinte…

EFEITO LAR

JOÃO Está bem, Caetana. Não iremos ao passeio.

CAETANA João, meu amor. Obrigada!

JOÃO Não quero ser culpado de nada.

CAETANA João… E se formos todos visitar a minha mãe?

JOÃO Caetana!

CAETANA É que faz muito que os meninos não veem a vó deles. Seria uma alegria para eles e para mim também. Por favor.

CONTROLE MÚSICA TENSA

CAETANA Custou-me muitíssimo convencê-lo. Finalmente, acho que por aborrecimento, aceitou.

EFEITO CARRO

CAETANA Estamos a caminho. João vai muito sério, mas eu farei que se alegre. Quando vir nossos filhos felizes com a avó, ficará contente. João é bom e minha mãe também. Eu sei.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

p=. **********************************

p=. GUIA PARA O DEBATE*

_Meu marido não gosta da minha mãe. Ela acaba de enviuvar e eu vou vê-la a cada dois semanas. Ele disse que minha mãe é uma manipuladora, ela, que ele não gosta dela._
_Primeira solução: Caetana vai vê-la sozinha, seu marido fica em casa._
* _Segunda solução: Caetana propõe a sua mãe revezar as visitas._
* _Terceira solução: Obrigo o meu marido a acompanhar-me._

p=. **********************************

*Relações com a família do cônjuge*

Quando nos unimos a outra pessoa com a intenção de viver juntos, se inicia formalmente uma nova unidade familiar. Uma das tarefas que enfrenta o novo casal é a negociação de sua relação com a família do cônjuge. E cada família de origem deve adaptar-se à separação ou separação parcial de um de seus membros, a inclusão de um novo membro e o casal como tal.

*Dar-se bem com a família do cônjuge*

Estabelecer amizade com a família, sogros, cunhados, conservando a autonomia.
Aceitar as diferenças familiares, com seus costumes e formas de relação. Aceitá-los como são.
Cuidar dos detalhes com a família do cônjuge: aniversários, festas, datas especiais.
Manter a relação de casal no centro, como a mais importante.
Ser equitativo nas relações familiares, ambos se sintam bem e com tempo para suas famílias respectivas.
Deixar que teu parceiro ou parceira tenha uma relação fluída e natural com sua família sem que você tenha que estar a todo momento ou tenha que contar tudo o que faz com eles. Há pessoas que têm uma relação muito estreita ou de amizade com seus pais e irmãos.
Mostre-se tal e qual você é, não pretenda impressionar para conseguir as expectativas que eles têm de uma nora ou genro perfeito, não vai conseguir.
Não compare tua família com a de teu parceiro ou tua parceira. Nenhuma é melhor que a outra e teu parceiro foi educado com os valores e costumes da família dele.

p=. Conflitos iniciais nas relações sogra/genro*

*Sogra*

Ansiedade e nervosismo pela separação de sua filha.
* Desconfiança com o estranho ao qual entregou sua filha
* Tendência a impor sua autoridade, como o faz em sua própria casa.
* Sentido de propriedade da filha
* Amor maternal ciumento
* Demanda atenção permanente da filha

*Genro*

* Impaciência por viver sozinho com sua esposa e sua família.
* Desconfiança e temor da sogra por estereótipos
* Não submeter-se a nenhuma autoridade e desconhecer a relação mãe/filha.
* Sentido de posse da esposa
* Exclusão da relação mãe/filha.
* Demanda atenção permanente da esposa.

*Boas relações com a sogra*

A sogra pode chegar a ser uma grande amiga se se consegue afiançar uma relação de confiança e duradoura. Desde o primeiro momento mostrar teu desejo de construir uma relação verdadeira e de honestidade. Mostrar-se seguro e não forçar a relação.
Não diminuir a autoridade da sogra, já que ela será sempre a mãe de tua esposa.
Respeitar os momentos de companhia entre ambas, é normal que a sogra se sinta solitária e sinta saudade da vida com sua filha. As relações pessoais devem fomentar-se e construir-se com paciência e trabalho.

*O genro deve…*

* Evitar os conflitos com sua parceira quando sua sogra estiver presente.
* Ser amável com ambas, sobretudo com sua sogra.
* Não afetar-se pelo que a sogra possa dizer a sua filha, nem reclamar para parceira, porque se um não quer dois não brigam.
* Solucionar os problemas com sua esposa, custe o que custar.
* Falar mais com a sogra, mesmo que seja por telefone
* Falar com a sogra se há indícios de incômodo ou mudanças de atitude.
* Não pôr a sua parceira do seu lado, se é uma fervorosa admiradora da mãe dela.

*Para completar…*

* Estereótipos das sogras em tua localidade
* Com tua audiência masculina, faça uma lista de formas para se dar bem com a sogra
* Centros de atenção e terapia familiar (endereço e telefone)

*Como usar este programa?

1. Apresentar o tema.
2. Passar a dramatização do conflito (sem os finais possíveis).
3. Provocar um primeiro diálogo com a audiência (o que acontecerá com a
protagonista? O que você faria em um caso semelhante? Como terminará este conflito?).
4. Passar os três finais possíveis, um a um, com comentários intercaladoss. Qual é a melhor solução?
5. Abrir o debate (telefônico e/ou presencial). Nesta ficha você encontra dados para comentar o tema.
6. Também pode convidar a uma sogra e seu genro para comentar o programa.
7. Para terminar, seria conveniente escutar o programa completo com a solução mais votada pela audiência.

BIBLIOGRAFÍA
Salvador Minuchin, UNA FAMILIA EN FORMACIÓN

CAETANA MEU MARIDO NÃO GOSTA DA MINHA MÃE

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.