CULTURA E EDUCAÇÃO ABERTA

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Mais de 25 expositores compartilharão suas experiências sobre a Cultura Livre e a Educação Aberta.

Neste 30 e 31 de maio dará inicio o II Congresso de Cultura Livre no Equador organizado pela Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais, FLACSO, a UNESCO e RADIALISTAS. Mais de 25 expositores compartilharão suas experiências e práticas sobre a Cultura Livre e a Educação Aberta. 

Novas formas de criar e distribuir obras culturais, música, cinema, livros… Novas pedagogias e modelos educativos que usam as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) para chegar a estudantes do mundo inteiro de forma livre e aberta. 

Os tempos estão mudando. Enquanto em alguns países as Universidades proíbem seus estudantes de gravar as aulas dos professores para não vulnerar sua Propriedade Intelectual, em outras Universidades os professores publicam suas aulas e apontamentos na Internet com licenças abertas para que docentes e alunos de outros lugares se beneficiem de conhecimentos que se construíram coletivamente. 

Enquanto alguns artistas continuam publicando suas obras com um copyright em letras bem grandes proibindo que os copiem e difundam e vendem a Sociedades Gestoras de Direitos de Autor, outros muitos colocam a disposição livre sua música na Internet e dão a conhecer aos quatro ventos e enchem estádios com milhares de fãs que conheceram sua música porque foi compartilhada na Rede.

Os que se opõem a estas novas formas de ensinar e acessar à cultura não são os músicos, ou as escritoras, ou os professores, mas um punhado de empresas que se acostumaram a ser as donas do conhecimento e da cultura e pôr estes a disposição dos poucos que podiam pagar. 

Estes novos tempos digitais que facilitam e tornam a distribuição e o acesso mais baratos estão pondo em evidência estas empresas que nunca defenderam os artistas, mas seus interesses comerciais. 

E o Direito à Cultura e à Educação estão acima do direito de fazer negócio e dinheiro. 

Mas também existe o direito a que estes artistas e professores vivam do que fazem. E para explorar esses novos modelos de financiamento coletivo, de licenças abertas e softwares livres te convidamos a participar no II Congresso de Cultura Livre. 

Se estiver em Quito e quiser vir, as palestras, painéis e oficinas serão na Biblioteca da FLACSO, rua San Salvador E7-42 e La Pradera. A entrada é livre e gratuita e as inscrições se fazem no primeiro dia do Congresso das 8.30 ou online aqui: http://congresoculturalibre.org/inscribete

E se estiver em qualquer outro lugar te convidamos a seguir as Conferências das 9 da manhã e das 5 da tarde por vídeo-streaming na página web do Congresso: 
http://congresoculturalibre.org/

Já viu o vídeo promocional do Congresso? Não perca e difunda-o!

Obrigado a nosso companheiro Byron Garzón por sua realização. 

Junte-se a nós para libertar a Cultura e a Educação. Seja parte dos novos tempos!

CULTURA E EDUCAÇÃO ABERTA

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.