DIGA-ME COMO ESCREVES…

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Algumas dicas para melhorar a ortografia em espanhol.

Entre as mensagens de texto, o chat e a má memória do que nos ensinaram na escola fomos perdendo a boa ortografia.

Consultamos alguns amigos jornalistas e comunicadoras e nos sugeriram fazer um radioclip sobre os erros mais frequentes que cometemos em espanhol. Aqui vão algumas dicas para recuperar a ortografia do idioma espanhol.

Faltam muitas mais. 0Não quer nos ajudar?

1- Aún e aun

Se pode ser substituido por “todavía” leva acento.

Se equivale a “incluso” não leva acento.

Exemplo:

Aún no ha llegado. (Ainda não chegou.)

Aun quienes saben mucho, tienen que estudiar. (Mesmo os que sabem muito, têm que estudar.)

2- Sólo e solo

Quando pode ser substituído por “solamente” leva acento.

Quando se refere à “soledad” não leva acento.

Exemplo:

Vine solo e sólo por saludarte. (Vim sozinho e somente para saudar-te)

Atenção: a Real Academia de la Lengua autorizou a não por acento em nenhum “solo”. Então, não é mais um erro ortográfico.

3- Sino e si no

Se pode ser substituído por “pero” vai junto.

Do contrário, vai separado.

Exemplo:

No me gusta la carne sino el pescado. (Não gosto de carne, mas de peixe)

Poderíamos dizer: No me gusta la carne, pero sí el pescado.(Não gosto de carne, mas sim de peixe.)

Me preguntó si no queríamos venir. (Perguntou-me se não queríamos vir.) É uma condicional e vai separado.

4- Palavras de uma sílaba

As palavras de uma sílaba não levam acento a não ser que possam ser confundidas com outras.

Exemplo:

Él abrió el armario e tú cerraste tu cuarto. (Os pronomes pessoais “él” e “tú” levam acento. Os artígos “el” e “tu” não o levam.)

A no me importa que salgas con mi novia. (O primeiro “mí” é pronome e leva acento, o segundo “mi” é adjetivo possessivo e não leva.)

Que Juan te una caja de dulces. (O primeiro “dé” vem do verbo dar e leva acento, o segundo é uma preposição.)

Si me das un beso, te querré. (O primeiro “si” é uma conjunção condicional e não leva acento. O segundo é uma afirmação e leva acento.)

No lo , pero se fue sin decir adiós. (O primeiro “sé” é do verbo “saber”, o segundo é um pronome.)

El chino te hace bien. (Acento quando se refere à bebida, sem acento quando é um pronome.)

5- Que, quien, cuando, como, donde, cuanto, cual…

Levam acento quando estão em uma frase interrogativa ou exclamativa.

Exemplo:

¿Qué quieres?… ¡Cuántas tonterías!… ¿Cuándo vienes?… ¡Cómo duele!…

Pode ser que estejam na metade da pergunta:

Exemplo:

¿Quieres saber quién me pegó?(Quer saber quem me bateu?)

Também se acentuam, embora não haja signos de interrogação, se a frase é interrogativa.

Exemplo:

Ella no recordaba dónde lo había visto.(Ela não lembrava onde o havia visto.)

Estas mesmas palavras (que, quien, cuando, como, donde, cuanto e cual) não levam acento quando são empregadas como conjunções e não têm carga interrogativa ou exclamativa.

Exemplo:

Cuando llegues, me iré. (Quando chegares, ir-me-ei.)

Te encontraré donde te escondas. (Te encontrarei onde te esconderes.)

Dijo que no iría a tu casa. (Disse que não iria a tua casa.)

Como no tenía dinero no fue. (Como não tinha dinheiro, não foi.)

6- Por qué e porque

Quando é uma pergunta vai separado e com acento.

Exemplo:

¿Por qué no me quieres? (Por que não me queres?)

Também se acentua, embora não haja signos de interrogação, se a frase é interrogativa.

Exemplo:

Necesito saber por qué me odias. (Preciso saber por que me odeia.)

Ou quando equivale “à causa” de algo. Então, se escreve junto e com acento:

Necesito saber el porqué de tu odio. (Preciso saber o porquê de teu ódio.)

No entanto, quando vai em uma frase como resposta de algo, se escreve junto e sem acento:

No te quiero porque me ofendiste. (Não te quero porque me ofendeste.)

7- Haz e has

Com “z” se é o imperativo do verbo “fazer”.

Com “s” se é do verbo haver (um verbo auxiliar que vai junto ao outro verbo).

Exemplo:

Haz lo que te digo. (Faça o que te digo.)

Has dicho lo que has querido decir. (Disse o que queria dizer.)

8- Este e esta, ese e esa, aquel e aquella… (e seus plurais)

Quando é adjetivo não leva acento. E quando é pronome sim.

Mas segundo as novas normas da Real Academia, em todos podemos eliminar o acento, sejam adjetivos ou pronomes. Mais fácil, então.

Atenção: Não confundir o adjetivo “esta” com as conjugações do verbo “estar” que levam acento.

Exemplo:

No estás donde quisieras. ¿Cómo está Juan? (Não está onde queria. Como está João?)

9- Asimismo e así mismo

Quando equivale a “de esa manera” se escreve separado e com acento em “así”.

Quando se pode substituir por “además” se escreve junto.

Atenção: Não confundi-lo com o reflexivo “a sí mismo”: Se perjudicó a sí mismo. (Prejudicou-se a si mesmo.)

10- Aparte e a parte

Quase sempre se escreve junto.

Exemplo:

Es un caso aparte. (É um caso à parte.)

Ou também quando significa “además de”:

Aparte de tus razones, yo tengo las mías. (À parte das tuas razões eu tenho as minhas.)

Só se escreve separado quando é uma preposição (“a”) e o substantivo “parte”.

Exemplo:

Desde aquí sólo escucho a parte del público. (Daqui só ouço a parte do público.)

Se puder incluir a palavra “una” (“a una parte del público”) é que se escreve separado.

DIGA-ME COMO ESCREVES…

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.