HELGA, SAIO PARA TRABALHAR OU CUIDO DOS MEUS FILHOS?

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

É o meu primeiro bebê. Mas agora tenho o dilema de deixá-lo para ir trabalhar ou me demitir por ele.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

EFEITO REUNIÃO SOCIAL

ETEL Parabéns, Helga! Me emociona saber que você vai ter um bebê.

HELGA Obrigada, Etel. Beto e eu temos sonhado tanto com este menino.

ETEL Vem o demoradinho.

HELGA Ou demoradinha. É que o planejamos para que eu pudesse trabalhar.

CONTROLE MÚSICA ALEGRE

HELGA E foi assim. Beto e eu já tínhamos 4 anos de casamento. Tínhamos decidido postergar a gravidez para quando tivéssemos melhores condiciones econômicas para dar alguma comodidade aos nossos filhos.

CONTROLE LAR, BEIJOS

BETO Já é hora, não é amor? Vamos encomendar?

HELGA Acho que sim, Beto. (RISOS, BEIJOS)

CONTROLE MÚSICA ROMÁNTICA

HELGA Não demorou muito e pronto…

MÉDICO Os resultados de seu exame dizem que a senhora… será mamãe!

BETO Obrigado, doutor. Obrigado, meu amor.

EFEITO RISOS DOS TRÊS

CONTROLE MÚSICA ALEGRE

HELGA Depois de 8 meses de gravidez, pedi uma licença maternidade para o parto e para ficar com o meu bebê em casa.

EFEITO AMBIENTE ESCRITÓRIO

HELGA Sim, senhor administrador. Entendo. Quinze dias antes e o resto depois. E me pagam o salário. Perfeito.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

HELGA (PENSANDO) Perfeito? Tão pouco tempo?

CONTROLE MÚSICA TENSA

HELGA E como de costume, as amigas, tias e avós, iam dando recomendações do que fazer quando o bebê nascer.

AVÓ Eu falo por experiência, fique em casa. Não há ninguém como a mãe para criar um filho.

AMIGA Não perca seu trabalho, Helga. Depois é difícil encontrar outro, fica fora de circulação e se desatualiza. Já sabe, a competição é enorme.

AMIGO Pense bem. Do jeito que a vida está, uma renda só não dá. Acho que Helga não deveria deixar o trabalho.

CONTROLE MÚSICA ALEGRE

HELGA Beto e eu estávamos tão felizes com a nossa gravidez, que não nos preocupamos demais. Além disso, eu estava desfrutando muito a minha barriga… (CANTAROLA CANÇÃO DE NINAR)

EFEITO CHORO RECÉMNASCIDO

HELGA E o nosso bebê nasceu. Como Beto não tinha licença de paternidade, não pode ficar em casa. Em troca eu aproveitava cada instante para cuidar do meu bebê, dar de mamar, descobrir cada parte de seu corpinho e maravilhar-me com ele.

EFEITO CHORO RECÉMNASCIDO, CANTO HELGA, FRASES DELA

HELGA Quando fui me dar conta, havia passado um mês e já estava terminando minha licença pós parto… E agora? Vou deixar o meu filhinho sozinho? Ele acaba de nascer, é injusto deixá-lo… Estava neste dilema, quando minha amiga Etel me telefonou.

EFEITO TELEFONE

HELGA Oi, Etel.

ETEL Amiga, o administrador do escritório anunciou redução de pessoal. Disse que a fábrica está vendendo pouco e que despedirá todas as trabalhadoras novas. Temo por você.

HELGA Obrigada, Etel. Mas acho que não devemos nos preocupar. Não sou nova e estou gozando da minha licença maternidade.

ETEL Digo isso, para que tome precauções. Para não se surpreender depois.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

HELGA Fazia anos que trabalhava na empresa e meus chefes apreciavam meu trabalho. Sabia de outras companheiras que tinham sido despedidas logo após sua licença maternidade, mas esse não seria um problema para mim…

EFEITO CHORO FORTE BEBÊ, PASSOS APRESSADOS

HELGA Bom, o que aconteceu naqueles dias me deixou de cabelo em pé.

EFEITO CHORO FORTE BEBÊ, PASSOS APRESSADOS

HELGA Beto, não sei o que tá acontecendo com o bebê. Chora sem parar e tem um pouco de febre. Grita como se estivesse com muita dor.

BETO Vamos ao médico. Agora mesmo.

CONTROLE MÚSICA TENSA

HELGA Corremos ao médico. Tivemos sorte. (SUSPIRA) Tudo não passou de um grande susto. Uma alergia, um pouco de gases e a inexperiência de mãe e pai de primeira viagem. (ARRULHA PARA O BEBÊ)

CONTROLE MÚSICA SUAVE

HELGA De volta para casa, ficamos pensando como fazer daí pra frente.

BETO Deveria deixar o trabalho, Helga. O problema é que com meu salário e as dívidas, o dinheiro não vai dar…

HELGA Não, Beto. Não quero isso. Mas, como deixá-lo tão pequenino? Nossas mães vivem longe, não podemos pagar uma babá, muito menos me atrevo a deixá-lo em uma creche. Quem me garante que vão cuidar bem dele? Dizem tantas coisas…

CONTROLE MÚSICA TENSA

HELGA Tenho que tomar essa decisão em uma semana. Trabalho ou fico em casa? Eu estou acostumada a sair de casa e me sentir produtiva. Amo muito o meu bebê, mas conseguirei passar os dias sozinha com ele e nada mais? Não sei o que fazer. E você, o que faria no meu lugar?

CONTROLE MÚSICA SUSPENSE

*PRIMEIRA SOLUÇÃO*

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Primeira solução…

HELGA Beto, não sei o que o bebê tem. Chora sem parar e tem um pouquinho de febre. Grita como se tivesse com muita dor.

BETO Vamos ao médico. Agora mesmo.

EFEITO CHORO BEBÊ

HELGA De volta para casa, ficamos pensando como fazer daí pra frente.

CONTROLE MÚSICA SUAVE

HELGA Beto, faltam pouquíssimos dias para eu voltar ao trabalho. E se a gente pedir para a minha mãe ou pra sua para cuidar do bebê?

CONTROLE MÚSICA SUAVE

HELGA As duas avós aceitaram. Só que…

MÃE Filha, já estou velha e para mim não é fácil pegar condução para ir até vocês. Traga ele até minha casa.

HELGA Começamos a nos levantar duas horas antes a cada manhã para atravessar a cidade de ponta a ponta.

EFEITO CARRO, CHORO BEBÊ

HELGA E no trabalho…

AMIGA Helga, como você faz para amamentar o seu bebê?

HELGA Tiro meu leite e deixo na geladeira. Minha mãe dá a ele na mamadeira.

AMIGA Que pena, amiga! Desperdiça o leite e o contato com seu filho.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

HELGA Para ir buscar o bebê nos tomava um montão de tempo. Sem contar as chuvas, o frio ou o calor que afetavam o meu filhinho.

BETO O que vamos fazer. Terá que se acostumar.

CONTROLE MÚSICA TENSA

HELGA Nunca nos acostumamos. E quando ficou doente, eu decidi…

EFEITO CHORO BEBÊ

HELGA Vou largar o emprego, Beto.

BETO Teremos que nos ajustar, Helga. Com o bebê os nossos gastos aumentaram.

HELGA Se ele ficar doente com tanta agitação e com o leite guardado, gastaremos mais. Além disso…

BETO O quê?

HELGA Não quero perder a oportunidade de ver ele crescer, de lhe ensinar coisas, de estar com ele. E você também, amor. Se economizamos duas horas de viagem a cada dia, podemos usá-las para estar juntos.

CONTROLE MÚSICA SUAVE

HELGA Renunciei ao trabalho e não me arrependo. É verdade que temos menos dinheiro e temos que nos ajustar. Mas estar com nosso bebê vale muito mais que todo o dinheiro do mundo.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

*SEGUNDA SOLUÇÃO*

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Segunda solução…

HELGA Beto, não sei o que está acontecendo com o bebê. Chora sem parar e tem um pouquinho de febre. Grita como se estivesse com muita dor.

BETO Vamos ao médico. Agora mesmo.

EFEITO CHORO BEBÉ

HELGA De volta para casa, ficamos pensando como fazer daí pra frente.

CONTROLE MÚSICA SUAVE

BETO Deveria pedir licença no trabalho, Helga.

HELGA O bebê é responsabilidade de ambos, Beto.

BETO Mas eu não posso. Pede você.

HELGA Minha licença maternidade acabou de terminar.

BETO E se você pedir demissão?

HELGA Custou-me muito chegar a onde estou para largar agora. E você nem sequer cogita isso pra você.

BETO Não vamos discutir, amor. Vamos pensar melhor.

CONTROLE MÚSICA TENSA

HELGA Não conseguia dormir. Meu bebê tão pequenininho, tão indefenso… ficaria cheia de culpa por deixá-lo. Tinha um conflito enorme entre meu amor de mãe e meu próprio desenvolvimento pessoal e profissional. Vou conversar com Etel, ela tem 3 filhos.

EFEITO LAR, CHORO BEBÊ.

HELGA Etel, eu amo o meu bebê, mas não quero deixar meu trabalho. Como você fez?

ETEL No começo minha mãe e minhas irmãs me ajudaram, mas logo compreendi que era melhor manter minha independência, e contratei uma empregada.

HELGA Você os deixou com uma estranha? Não sentia pena?

ETEL Claro que sim. Mas eu tinha uma carreira e desejava exercer minha profissão. Uma mãe frustrada faz mal aos filhos.

HELGA Não posso nem pensar nisso.

ETEL Pois devia pensar. Se você decidir por uma empregada eu conheço uma mulher de inteira confiança.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

HELGA Falei com Beto.

BETO Uma empregada? O que acontecerá se ela bater nele, ou se não cuidar direito?

HELGA Não há outra solução, Beto.

CONTROLE MÚSICA TENSA

HELGA Não pedirei demissão. Agora trato de deixar tudo organizado em casa e sair logo para o escritório. Se estou tranquila? Nem tanto. Mas estou convencida de que um filho merece uma mãe realizada. Algum dia, ele ficará orgulhoso de mim.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

*TERCEIRA SOLUÇÃO*

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Terceira solução…

HELGA Beto, não sei o que está acontecendo com o bebê. Chora sem parar e tem um pouquinho de febre. Grita como se estivesse com muita dor.

BETO Vamos ao médico. Agora mesmo.

EFEITO CHORO BEBê

HELGA De volta para casa, ficamos pensando como fazer daí por diante. Pensamos em várias possibilidades.

BETO Uma creche?

HELGA Uma empregada?

BETO E se você pedir demissão do trabalho?

HELGA E se você se demitir, Beto?

CONTROLE GOLPE MUSICAL

HELGA Em poucos dias devo me reintegrar a empresa. E tenho tanta tristeza por ter que deixar o meu bebê, que não consigo descansar.

EFEITO CHORO BEBÊ

HELGA Nana nenê… (CANTA) Há muitas mulheres que ficam com depressão pós-parto. Como não? Por um lado quer ser uma boa mãe. E por outro, tem que trabalhar e se realizar como profissional. Por que só as mulheres enfrentaram este dilema?

CONTROLE MÚSICA TENSA

HELGA Hoje, meu filhinho amanheceu com febre. Beto saiu cedinho e eu fiquei sozinha. Meu bebê chorava, parecia querer me dizer alguma coisa. Sim, já sei que é minha imaginação, mas isso me ajudou a me decidir. Liguei pra Etel…

ETEL (FILTRO) Me parece muito boa idéia.

CONTROLE MÚSICA ALEGRE

HELGA E quando o Beto chegou … Beto, vou pedir demissão.

BETO O que você disse?

HELGA Estive calculando nossos gastos, poderíamos nos virar com menos dinheiro.

BETO Espera, Helga. Você não quer deixar a sua profissão.

HELGA Não a deixarei, só a postergarei. E vou trabalhar em casa.

BETO Isso é muito difícil.

HELGA Etel me ajudará. Ouça, penso em montar uma pequena empresa aqui mesmo. Posso fazer trabalhos no computador, copiar textos. Inclusive ensinar a senhoras mais velhas a usá-lo para se comunicar com seus filhos.

BETO Humm, é uma boa idéia.

HELGA Tem mais, Beto. Farei um curso à distância. Assim cuido do nosso bebê, trabalho e estudo.

CONTROLE MÚSICA ALEGRE

HELGA Pedi demissão do meu trabalho e não me pesa. Estou começando com meu projeto de microempresa e ainda temos menos dinheiro, ver o meu bebê crescer são e forte me compensa. Quando for grandinho voltarei a procurar trabalho. Ou quem sabe… minha pequena empresa terá crescido junto com meu filho.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

p=. **********************************

p=. GUIA PARA O DEBATE*

_É o meu primeiro bebê. Meu marido e eu planejamos para tê-lo quando melhorassem nossas condições. Mas agora tenho o dilema de deixá-lo para ir ao trabalho ou deixar o trabalho por ele. É uma decisão muito difícil e a tenho que tomar já._

_Primeira solução: Helga pede demissão do seu trabalho para ficar cuidando do seu bebê._
* _Segunda solução: Helga deixa o seu bebê ao cuidado de uma empregada doméstica._
* _Terceira solução: Helga pede demissão do seu trabalho e começa um negócio em sua casa._

p=. **********************************

Deixar de trabalhar para se dedicar ao cuidado dos filhos deve ser uma decisão tomada em conjunto depois de uma análise ampla, honesta e serena.

Quando uma mulher deixa de trabalhar para se dedicar aos filhos
Pode se sentir isolada do mundo, frustrada, deprimida e com baixa auto-estima.
Desatualiza-se profissionalmente e pode ser mais difícil sua reinserção no mercado de trabalho.
Passa a depender, economicamente, de seu parceiro.
É mais vulnerável a sofrer violência por parte de seu parceiro.

*A mãe que trabalha fora de casa*

Melhora sua economia, sua auto-estima e a qualidade de vida dela e de sua família.
Sente-se realizada em um aspecto muito importante de sua vida.
Estabelece melhores relações com seus filhos, filhas e com seu companheiro.
Enfrenta e supera os problemas com maior eficiência e segurança.
A realização emocional e profissional da mãe influi positivamente no desenvolvimento intelectual, emocional e acadêmico dos filhos e filhas.

*Um filho ou filha é fruto de dois e se desenvolve melhor quando*

* Pai e mãe cuidam por igual
* Pai e mãe dividem as tarefas da casa.
* Ambos organizam seu tempo e suas atividades e dedicam tempo de qualidade.
* Pai e mãe mantêm uma boa relação afetiva.
* Um pai afetivo forma filhos e filhas emocional e socialmente estáveis.

*Os pais que cuidam de seus filhos também se beneficiam*

Melhoram sua capacidade de dar e receber afeto, sua qualidade de vida e sua saúde (diminui o risco de doenças cardiovasculares).
Estabelecem relações familiares e conjugais mais satisfatórias
Interagem mais com sua família e outros membros e instituições da sociedade.

*Para ter em conta*

* Na Espanha alguns juízes emitiram sentenças que antepõem o interesse das mães e de seus filhos ao interesse das empresas onde elas trabalham.
* Alguns países têm leis que outorgam licença paternidade; assim, eles podem acompanhar suas parceiras no parto, cuidar do bebê nas primeiras semanas, cuidar de um filho doente, etc.
* Ainda são poucos, mas a cada dia aumenta o número de homens que descobrem a importância e os benefícios de uma paternidade comprometida.
* Na Colômbia, a Associação de Machos Afetivos, promove a participação ativa e afetiva dos homens no cuidado dos filhos, a erradicação da violência doméstica e as tarefas do lar.
* Dado: 65 de cada 100 alemães em idade laboral afirmam que ficariam “de muito bom grado” em casa, cuidando dos filhos.

bq. Ai filho, sabes, sabes
de onde vens?
De um lago com gaivotas
brancas e famintas.
Junto à água de inverno
ela e eu levantamos
uma fogueira vermelha
gastando-nos os lábios
de beijar-nos a alma,
pondo fogo em tudo,
queimando-nos a vida.
Assim chegaste ao mundo.
– Pablo Neruda

*Para completar*

* Porcentagem de mulheres de teu pais que são mães e trabalham fora de casa.
* Testemunho de uma mulher que se sente realizada como mãe e profissional.
* Testemunhos de homens que participam no cuidado de seus filhos e nas tarefas do lar.
* Existem leis, em teu país ou região, que promovem a participação dos pais nos momentos mais importantes da vida de seus filhos e filhas e de sua família (nascimento, cuidado pós-natal, primeiro dia de aula, doença etc.)?

HELGA, SAIO PARA TRABALHAR OU CUIDO DOS MEUS FILHOS?

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.