O ESCONDERIJO DO AMOR

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

O amor é cego… e a loucura sempre o acompanha. Você sabe como aconteceu?

NARRADOR Contam que uma vez se reuniram num lugar da terra todos os sentimentos e qualidades dos homens.O ABURRECIMENTO boscejava pela terceira vez, quando a LOUCURA, sempre tão louca, lhes propôs:

LOUCURA Vamos jogar às escondidas!

NARRADOR A INTRIGA levantou a cabeça intrigada, enquanto que a CURIOSIDADE não podia conter-se:

CURIOSIDADE As escondidas?… Conta-me, eu quero saber, conta-me!

NARRADOR A loucura lhes explicou:

LOCURA É um jogo em que eu tapo a minha cara e começo a contar de um até um milhão enquanto todos vocês se escondem, e quando eu tenha terminado de contar, o primeiro de vocês que encontre ocupará meu lugar para continuar o jogo.

NARRADOR O ENTUSIASMO dançou seguido pela EUFORIA. A ALEGRIA deu tantos saltos que terminou por convencer à DUVIDA, e inclusive à APATIA, a que nunca lhe interessava nada.

NARRADOR Mas não todos quiseram participar. A VERDADE prefiriu não esconder-se. Para que, se a final sempre a falavam?E a SOBERBA opinou:

SOBERBA É um jogo muito besta.

NARRADOR No fundo, o que lhe incomodava era que a ideia não houvesse partido dela. E a COVARDIA disse:

COVARDIA Não, eu prefiro não arriscar-me.

NARRADOR Mas a LOUCURA começo a contar:

LOCURA Um, dos, três, quatro, cinco…

NARRADOR A primeira em esconder-se foi a PREGUIÇA, que como sempre se deixou cair depois da primeira pedra do caminho e aí ficou.

LOUCURA 426, 427, 428…

NARRADOR A FÉ subiu ao céu. A INVEJA se escondeu atras da sombra do TRIUNFO que com seu próprio esforço havía conseguido subir à copa da árvore mais alta. A GENEROSIDADE, ao contrário ,quase não encontrava lugar onde esconder-se. Cada lugar que falava lhe parecia fantástico para alguns de seus amigos…

UM Olha, um lago cristalino.

GENEROSIDADE Isso é ideal para a BELEZA.

UM A oco de uma árvore!

GENEROSIDADE Isso é perfeito para a timidez.

UM O vôo da mariposa!

GENEROSIDADE O melhor para a VOLUPTUOSIDADE.

UM Uma rájada de vento!

GENEROSIDADE Magnífico para a LIBERTADE.

NARRADOR Assim que a GENEROSIDADE terminou por ocultar-se num raiosinho de sol. O EGOÍSMO, ao contrário, encontrou um sitio muito bom desde o princípio, ventilado e cômodo.

EGOÍSMO Mas este sitio é só para mim. Aqui ninguém se esconde. Só eu.

NARRADOR A MENTIRA se escondeu no fundo dos oceanos.

MENTIRA Mentira, na realidade me escondi detrás do arco iris.

NARRADOR A PAIXÃO e o DESEJO se ocultaram juntas, no centro dos vulcões. E o OUVIDO

OUVIDO O que?

NARRADOR Bom, o ouvido se nos esqueceu. Mas isso não é o importante. Quando a LOUCURA contava…

LOCUTOR 999.999…

NARRADOR … O AMOR não tinha lugar onde esconder-se porque todos os lugares da terra estavam ocupados. Até que avistou um jardim de rosa e, enternecido, o AMOR se escondeu entre as rosas.

LOCURA Um milhão!

NARRADOR … Contou a LOUCURA e começou a buscar. A primeira em aparecer foi a PREGUIÇA, a só dois passos da primeira pedra. Logo escutou a alguem discutindo com Deus sobre teologia.

LOCURA Essa é a FE. Te encontrei!

NARRADOR À PAIXÃO e o DESEJO os sentiu no vibrar dos volcões. Num descuido descubriu à INVEJA e, seguramente, pode deduzir onde estava o TRIUNFO. AO EGOÍSMO não teve nem que buscá-lo porque ele sozinho saiu disparado de seu esconderijo que haviía resultado ser um ninho de vespas.

EGOÍSMO GRITOS

NARRADOR De tanto caminhar, a loucura sentiu sede. Foi-se ao lago cristalino e…

LOUCURA A BELEZA!… Te encontrei!

NARRADOR Com a DUVIDA tornou-se mais fácil todavia, pois a encontrou sentada sobre uma cerca sem se decidir ainda…

DUVIDA De que lado me escondo, ein?

NARRADOR Así fue encontrando a cada um dos sentimentos. Ao TALENTO entre a erva fresca, à ANGUSTIA numa escura cova, a MENTIRA detrás do arco iris…

MENTIRA Mentira, se estava escondida no fundo dos oceanos.

NARRADOR E ao OUVIDO

OUVIDO Ai, se me esqueceu que estava jugando às escondidas!

NARRADOR Só o AMOR não aparecia por nenhuma parte. A LOUCURA buscou detrás de cada árvore, sob cada rio do planeta, em cima das montanhas… Ficou louca buscando…Já estava dando-se por vencida, quando avistou um jardim de rosa… Se aproximou lentamente… Tomou uma forquilha e começou a mover os ramos, quando repentinamente um doloroso grito se escutou…

AMOR Ai!

NARRADOR As espinhas haviam ferido nos olhos ao AMOR. A LOUCURA não encontrava como disculpar-se… Chorou, rogou, implorou, pediu perdão e até prometeu ser seu guia. Desde então e até hoje, desde a primeira vez que se jugou à escondidas na terra, o amor é cego… e a loucura sempre o acompanha.

O ESCONDERIJO DO AMOR

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.