O ODOR DOS CRISANTEMOS (1)

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Uma lenda de terror conhecida em vários países. Primeira parte.

EFEITO AMBIENTE DE BAR

NARRADOR Naquela noite, foi com seus amigos ao bar do povo tomar umas cervejas. Estava tão cansado que não se deu conta quando eles se foram e o deixaram só, meio adormecido, na mesa de fundo.

MOÇA Quem é você?… Como se chama?

DANIEL (ACORDA) Hummm… Daniel… E tu?… Caramba, acabei dormindo… onde estão meus amigos?

MOÇA Te vi só e me aproximei

DANIEL Bom, contigo tenho melhor companhia… Senta-te… Queres tomar alguna coisa?

MOÇA Não, obrigada, tenho que ir embora agora.

DANIEL Você é muito linda… Como se chama, o que faz aqui?

MOÇA Procurava meu namorado… Tenho pena… Faz dias que não sei onde ele se encontra…

DANIEL Esqueça de seu namorado… Aqui estou para aliviar todas suas penas… Como se chama?

MOÇA Si quer mesmo me ajudar, acompaña-me.

DANIEL A onde tu queiras…

MOÇA Leva-me à casa. A noite está fria e parece que vai a chover.

CONTROLSICA DE SUSPENSE

NARRADOR O jovem pagou sua conta e saiu com a moça fora do bar. Quando a tomou pelo braço, sentiu um perfume dulzón, como de crisantemos.

DANIEL Tenho o carro aqui perto. Venha.

MOÇA É muito amável. E você parece tanto com meu namorado…

DANIEL Por onde vives?

MOÇA Pela estrada antiga…

DANIEL Por onde está o cemintério?

MOÇA Por aí mesmo, Arturo.

DANIEL Daniel. Me chamo Daniel.

MOÇA Desculpe. É que você parece tanto a… Vamos.

EFEITO CARRO ARRANCA

CONTROLSICA SUSPENSE

NARRADOR Tomaram a estrada antiga, solitária e sem luzes. A jovem pidió-lhe que conduzisse com cuidado. As curvas eram muito fechadas e muitos carros se acidentaram por ali.

MOÇA Talvez meus namorados estejam em algum desses barrancos e eu não tenha percebido…

DANIEL Teus namorados?

MOÇA Quero dizer, alguns rapazes que conheci no bar e depois… não os vi nunca mais… Vá divagar… Vai chover e a estrada se torna muito escorregadia…

EFEITO ESTRONDOS

DANIEL Não preferes ir a algum lugar descansar um pouco?… É muito linda e gostaria conhecer-te melhor… Por certo, ainda não me disse como se chamas…

MOÇA Ana Maria… Olha, já estamos chegando… Veja essa casinha junto à estrada?… Aí Quero que me deixas…

DANIEL De verdade não queres tomar algo num lugar tranquilo?

MOÇA O mais tranquilo que há por aqui é o cemintério… Outro dia, Daniel, outro dia…

EFEITO CHUVIA

DANIEL Não podes sair com esta chuva… Vai se molhar todo…

MOÇA Tenho que chegar já. Minha mãe me espera.

DANIEL Toma, então, minha jaqueta para que se cobrir… Queres que eu te acompanhe?

MOÇA Não, não. A jaqueta, sim. (PÏCARA) Assim terás um motivo para vir amanhã buscá-la e nos veremos novamente…

DANIEL Fantástica ideia. Toma a jaqueta, cubra-te…

EFEITO PORTA E PASSOS SOBRE AGUA

DANIEL Espera… Não me dás nem um bejinho de despedida?

MOÇA Claro que sim. (BEJO) Volte amanhã por tua jaqueta…

DANIEL E por ti, belesura…

MOÇA (SE DISTANCIA) Adeus!… Tenha cuidado na estrada…

CONTROLSICA SUSPENSE

(CONTINUARÁ)

O ODOR DOS CRISANTEMOS (1)

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.