O TRIÂNGULO MALDITO

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Quem vai pagar a conta para África pelo monstruoso crime da escravidão?

EFEITO BARULHO DE MERCADO

VENDEDOR Quem dá mais por esta negra? …Olhem os dentes… Jovem, boa para o trabalho e boa para a cama…

LOCUTORA Eram vendidos no mercado público, nus, como animais. Os marcavam com ferro quente nas nádegas, no peito, com as iniciais dos compradores.

MULHER E o que comem estes negros, hein?

VENDEDOR Qualquer coisa. O mesmo que uma pessoa

MULHER E se se negarem a comer?

VENDEDOR Com este chicote se consegue tudo. Embora não pareça, são mansos e vão se domesticando pouco a pouco.

LOCUTORA Os levavam para os engenhos de cana, para as plantações de algodão, para construir casas para os amos, para cozinhar para as senhoras…

MULHER E se quiserem fugir, o que eu faço?

VENDEDOR Corte este tendão do pé. Assim não vão muito longe. Às vezes cortando-lhes as orelhas já se assustam. Se tiveres bons cachorros, não há problema. Encontram rápido o chimarrão.

CONTROLE TAMBORES AFRICANOS

LOCUTORA O negócio começou em 1562 com um aventureiro inglês chamado John Hawkins. A rainha da Inglaterra, ao constatar os lucros, o nomeou cavalheiro e se tornou sua sócia comercial.

LOCUTOR Rapidamente Holanda, França, Espanha, Portugal, Alemanha, os países “cristãos e civilizados” da Europa, entraram no comércio de escravos, na compra e venda de carne humana.

EFEITO SELVA E GRITOS

NEGRO Tenho mil negros enjaulados, capitão!

CAPITÃO Muito poucos. Ainda sobra espaço nos navios.

LOCUTORA Guiné, Senegal, o Reino do Congo, Gana, Nigéria, Angola… toda a costa africana até Moçambique foi invadida por navios negreiros.

LOCUTOR Eram verdadeiras caçadas humanas. Arrancados de suas famílias, eram embarcados nos navios a chicotadas. Nunca mais veriam a terra onde nasceram.

EFEITO ONDAS DO MAR

LOCUTORA Acorrentados de dois em dois em fileiras apertadas, os colocavam no porão do navio, com menos espaço para se movimentar que um morto em seu caixão.

LOCUTOR Muitos morriam na viajem e eram jogados ao mar. Outros eram lançados vivos, no meio da tempestade, para aliviar a carga.

EFEITO SIRENE DE NAVIO

LOCUTORA Depois de três ou quatro meses de travessia, chegavam os navios à Havana, a Jamaica, a Cartagena, a Salvador na Bahia.

LOCUTOR Na África, eram trocados por aguardente e armas de fogo.

LOCUTORA Na América, eram vendidos por açúcar e algodão.

LOCUTOR Na Europa, o triângulo maldito se fechava.

LOCUTORA Com as matérias-primas americanas prosperavam as fábricas de fiar e as nascentes indústrias dos que hoje são chamados países desenvolvidos.

LOCUTOR O bem-estar e o encanto da civilização ocidental têm em sua base os horrores da escravidão.

CONTROLE TAMBORES AFRICANOS

LOCUTORA O comércio de escravos durou até finais do século XIX. Durante 400 anos a Europa comprou e vendeu seres humanos.

LOCUTOR Calcula-se que cerca de 20 milhões de homens e mulheres foram vítimas desse genocídio.

LOCUTORA Quem deve pagar a conta à África por este crime, o mais monstruoso e premeditado da história? Quem pagará esta fatura pendente?

BIBLIOGRAFÍA
Jean Meyer, Esclavos y Negreros. Aguilar Universal, Madrid 1989.

O TRIÂNGULO MALDITO

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.