OS BOCÓS (8)

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Estou certo que você não se parece com esse tipo de entrevistadores… mas se por acaso…

Também conhecidos como “jornalistas pedestais” porque a melhor coisa que sabem fazer é chegar nas rodas de imprensa, ficar tensos e mudos, e gravar as declarações que os outros colegas já estão gravando.

Quando estão fazendo uma entrevista, pensam que sua responsabilidade consiste em abrir o microfone e deixar que o entrevistado fale até o cansaço… Estes abobados e abobadas permanecem passivos, intervêm o menos possível (por um falso respeito ao entrevistado), não sabem cortar, não perguntam, deixam lacunas… Dormem com o gravador. E fazem a audiência dormir.

Algumas dicas para conduzir uma entrevista:

Não desviar do tema nem deixar que o entrevistado o faça.

Fazer o calado falar e fazer calar o tagarela.

Saber cortar quando se alonga demais ou começa a dar voltas ou a repetir o que já disse. Se o entrevistado não se cala, o distraia com um gesto das mãos. Por último, lhe retira o microfone quando toma fôlego.

Pedir esclarecimento quando se enrola ou usa palavras Incompreensíveis para a audiência.

Manter o ritmo, a agilidade permanente, da entrevista.

Os entrevistadores e entrevistadoras bocós passam o tempo anunciando o que vão a fazer:


ENTREVISTADORA Agora eu queria fazer-lhe uma primeira pergunta…

Não anuncie que vai fazer uma pergunta… faça-a!

ENTREVISTADOR Gostaria que me esclarecesse por que o senhor
Pensa o que pensa…

Você gostaria?… Pois peça-lhe esclarecimento!

ENTREVISTADORA O nosso tempo está terminando. Assim que me vejo na obrigação de perguntar-lhe…

Acabou o tempo?… Termina e cai fora!

Este tipo de entrevistadores costumam adotar um tom cerimonioso, quase uma meia voz, como se estivessem diante de um doente no hospital. Naturalmente, contagiam o entrevistado com esse tom sombrio.

Empregue um tom alto, enérgico, entusiasta.
Respire bem antes de começar tua entrevista.
A comida é mais saborosa com um pouco de pimenta. As entrevistas também.

Aprenda a finalizar a entrevista. Astutamente, os bons entrevistadores deslizam um pequeno sinal em sua última pergunta (e para terminar… finalmente… por último, diga-nos…).

E quanto à despedida, que seja tão amável como breve: muito obrigado.

BIBLIOGRAFÍA
La entrevista, Manuales de capacitación ALER, Quito1993

OS BOCÓS (8)

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.