PRIMEIRO DIA MUNDIAL DA RÁDIO

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Primeira celebração mundial da rádio.

Depois de múltiplas consultas e propostas, a UNESCO conseguiu que o 13 de fevereiro celebrasse, pela primeira vez e a nível mundial, o Dia da Rádio.

Irina Bokova, Diretora General da Unesco, nos envia uma mensagem que é também um desafio:

Uma rádio livre, independente e pluralista é essencial para as sociedades saudáveis e é vital para promover os direitos humanos e as liberdades fundamentais. A rádio é um dos meios mais poderosos para estender pontes de respeito e entendimento. Neste primeiro dia mundial da rádio celebremos esse poder e o utilizemos ao máximo.

Como recordarão, em 31 de outubro passado, na sede de Paris, Palestina foi admitida como membro de pleno direito da UNESCO. O presidente Mahmoud Abbas içou simbolicamente a bandeira vermelha, negra, verde e branca daquele irmão e heróico país.

De imediato, Estados Unidos cortou os fundos à UNESCO, inclusive exigiu a devolução de cotas já pagas. Frente a esta chantagem, Irina Bokova se manteve firme. E apesar das dificuldades, a UNESCO segue adiante.

Neste primeiro Dia Mundial da Rádio, felicitamos à UNESCO não só por ter propiciado esta jornada internacional, mas por sua valentia frente o império. E felicitamos apaixonadamente a todos os radialistas e as radialistas da América Latina e do Caribe, e de todo o mundo.

Daqui você pode baixar a mensagem da Diretora da UNESCO.

Equipe RADIALISTAS

PRIMEIRO DIA MUNDIAL DA RÁDIO

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.