QUANDO ALGO FALHA (2)

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

A melhor fórmula para encontrar as falhas nos equipamentos técnicos é dar uma de detetive.

Apesar de cumprir estritamente os conselhos técnicos para o cuidado de nossos equipamentos, não estamos livres de que algo aconteça e que um equipamento falhe.

É o momento de pegarmos nossa lupa, vestir-nos de detetives e aplicar a Teoria do Seguimento para buscar avarias.

Consiste em perseguir a falha seguindo o caminho do sinal, da sua origem até seu final, fazendo-se perguntas dedutivas que te permitam encontrar o problema.

É como quando você vai regar o jardim e deixa de sair água. A primeira coisa que você faz é certificar-se de que a torneira está aberta, que a água está chegando, e vai seguindo a mangueira para ver onde se rompeu ou em que lugar fez um nó que não deixa passar a água.

Suponha que você está nos controles enquanto a locutora lê as notícias. De repente, o sinal cai. Não há áudio, estamos fora! — você exclama. Olha o sintonizador de rádio e está ligado, mas não se ouve nada. Comecemos nosso trabalho de detetive desde o início. Neste caso, desde a voz da locutora.

Suas palavras entram pelo microfone. Portanto, a primeira coisa que devemos assegurar é que o áudio é captado pelo microfone e chega ao console. Pedimos que fale e nos certificamos de que os vúmetros do console se movem. Se é assim, é que está chegando sinal. Se em vez da locutora é o leitor de CD ou o computador, faremos a mesma prova.

Uma vez confirmado que a fonte de som está chegando ao console, nos fazemos a seguinte pergunta: para onde se dirige o áudio desde o console? Em general, o levamos ao processador de som e daí ao rádio enlace para enviá-lo para o centro de transmissão. Veja os medidores de sinal de ambos equipamentos. Se se movem, é que o áudio está chegando. Em caso contrário, revise os cabos e conectores. Terá descoberto o problema.

Se o rádio enlace transmissor recebe sinal do console corretamente, você precisa ir ao centro de transmissão. Lá se encontra o rádio enlace receptor com uma saída de audiofone através da qual você pode assegurar que chega o áudio desde os estúdios. O passo seguinte é ver se o transmissor está ligado. Às vezes, por excesso de temperatura, podem se auto-proteger e desligar-se.

Seguindo “o caminho do sinal” é certo que encontrará a falha. Talvez não saiba resolvê-la mas, ao menos, saberá qual é o problema e chamará o técnico apropriado.

Se tiver sorte e o equipamento estiver na garantia, não tente repará-lo. Leve-o diretamente onde o comprou. Qualquer manipulação interna anula a garantia. Antes de ir ao Serviço Técnico, certifique-se que tem as respostas a estas perguntas que sem dúvida te farão:

O que aconteceu ao equipamento, quando e por quanto tempo? O que estava fazendo quando se apresentou a falha (diga a verdade)? Se tiver tela, saiu algum código ou mensagem de erro?

Para ajudar em teu trabalho de detetive, encontrará um quadro de avarias comuns com as possíveis causas e soluções no Manual para Radialistas Analfatécnicos. Recomendamos que faça um igual para tua emissora ou estúdio e anote nele as falhas que já ocorreram. Na próxima vez que ocorrer um imprevisto será mais fácil recordar o problema e saber como o solucionou.

BIBLIOGRAFÍA
Manual para Radialistas Analfatécnicos, de Santiago García Gago. www.analfatecnicos.net Uma produção de Radialistas.net e UNESCO.

QUANDO ALGO FALHA (2)

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.