QUANDO ALGO FALHA (2)

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

A melhor fórmula para encontrar as falhas nos equipamentos técnicos é dar uma de detetive.

Apesar de cumprir estritamente os conselhos técnicos para o cuidado de nossos equipamentos, não estamos livres de que algo aconteça e que um equipamento falhe.

É o momento de pegarmos nossa lupa, vestir-nos de detetives e aplicar a Teoria do Seguimento para buscar avarias.

Consiste em perseguir a falha seguindo o caminho do sinal, da sua origem até seu final, fazendo-se perguntas dedutivas que te permitam encontrar o problema.

É como quando você vai regar o jardim e deixa de sair água. A primeira coisa que você faz é certificar-se de que a torneira está aberta, que a água está chegando, e vai seguindo a mangueira para ver onde se rompeu ou em que lugar fez um nó que não deixa passar a água.

Suponha que você está nos controles enquanto a locutora lê as notícias. De repente, o sinal cai. Não há áudio, estamos fora! — você exclama. Olha o sintonizador de rádio e está ligado, mas não se ouve nada. Comecemos nosso trabalho de detetive desde o início. Neste caso, desde a voz da locutora.

Suas palavras entram pelo microfone. Portanto, a primeira coisa que devemos assegurar é que o áudio é captado pelo microfone e chega ao console. Pedimos que fale e nos certificamos de que os vúmetros do console se movem. Se é assim, é que está chegando sinal. Se em vez da locutora é o leitor de CD ou o computador, faremos a mesma prova.

Uma vez confirmado que a fonte de som está chegando ao console, nos fazemos a seguinte pergunta: para onde se dirige o áudio desde o console? Em general, o levamos ao processador de som e daí ao rádio enlace para enviá-lo para o centro de transmissão. Veja os medidores de sinal de ambos equipamentos. Se se movem, é que o áudio está chegando. Em caso contrário, revise os cabos e conectores. Terá descoberto o problema.

Se o rádio enlace transmissor recebe sinal do console corretamente, você precisa ir ao centro de transmissão. Lá se encontra o rádio enlace receptor com uma saída de audiofone através da qual você pode assegurar que chega o áudio desde os estúdios. O passo seguinte é ver se o transmissor está ligado. Às vezes, por excesso de temperatura, podem se auto-proteger e desligar-se.

Seguindo “o caminho do sinal” é certo que encontrará a falha. Talvez não saiba resolvê-la mas, ao menos, saberá qual é o problema e chamará o técnico apropriado.

Se tiver sorte e o equipamento estiver na garantia, não tente repará-lo. Leve-o diretamente onde o comprou. Qualquer manipulação interna anula a garantia. Antes de ir ao Serviço Técnico, certifique-se que tem as respostas a estas perguntas que sem dúvida te farão:

O que aconteceu ao equipamento, quando e por quanto tempo? O que estava fazendo quando se apresentou a falha (diga a verdade)? Se tiver tela, saiu algum código ou mensagem de erro?

Para ajudar em teu trabalho de detetive, encontrará um quadro de avarias comuns com as possíveis causas e soluções no Manual para Radialistas Analfatécnicos. Recomendamos que faça um igual para tua emissora ou estúdio e anote nele as falhas que já ocorreram. Na próxima vez que ocorrer um imprevisto será mais fácil recordar o problema e saber como o solucionou.

BIBLIOGRAFÍA
Manual para Radialistas Analfatécnicos, de Santiago García Gago. www.analfatecnicos.net Uma produção de Radialistas.net e UNESCO.

QUANDO ALGO FALHA (2)

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.