RÁDIOS LIVRES (2)

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Primeira parte do Curso Virtual sobre Rádios e Software Livre. Liberte tua Rádio!

*Descarregue curso inteiro- ESPAÑOL*(enlace) radioclip anterior(enlace) compartilhamos algumas reflexões de por que as emissoras comunitárias, alternativas e populares devem migrar para o Software Livre. É uma questão política, mais que tecnológica.

Para que esta mudança seja simples, desde Radialistas, em conjunto com Radioteca.net e um projeto que logo verá a luz e mais adiante te apresentaremos chamado RadiosLivres, preparamos um Curso Virtual de 5 capítulos que te guiará passo a passo na migração de tua emissora.

O índice do Curso é o seguinte:

*CAPÍTULO 1 – SISTEMAS OPERACIONAIS*

* Unidade 1.1: Como funcionam os computadores?
* Unidade 1.2: Instalar Ubuntu Studio

*CAPÍTULO 2 – EDITORES DE ÁUDIO*

* Unidade 2.1: Para que servem os Editores de Áudio?
* Unidade 2.2: Usando Audacity
* Unidade 2.3: Começando com Ardour

*CAPÍTULO 3 – AUTOMATIZADORES*

* Unidade 3.1: O que são os automatizadores?
* Unidade 3.2: Automatizar livremente com Radit

*CAPÍTULO 4 – RÁDIO ONLINE*

* Unidade 4.1: O que eu preciso para montar uma Rádio online?
* Unidade 4.2: Manuales para trasmitir on line

*CAPÍTULO 5 – RECURSOS LIVRES*

* Unidade 5.1: Como distribuir tuas obras com licenças livres.
* Unidade 5.2: Recursos Creative Commons

O tutorial abrange vários textos, vídeos e manuais. O processo completo de migração levará aproximadamente umas 15 horas, tempo onde está incluída a capacitação nos programas livres que se usarão. Em cada unidade se especifica o tempo estimado a empregar para que possa planificar quando estudar cada tema.

*Descarregue curso inteiro- ESPAÑOL*(enlace) que qualquer dúvida que tenha pode consultar através de nosso correio: radialistas@radialistas.net ou no Consultório Técnico.(enlace)

RÁDIOS LIVRES (2)

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.