VICKY, CÁPSULAS NO ESTÔMAGO

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Sou mãe solteira de dois filhos. Recebi um empréstimo, mas não posso pagá-lo. Uns homens propõem que eu passe droga no meu estômago.

CONTROLE CARACTERÍSTICO DA SÉRIE

MÃE Vicky, leve estas empanadas para a dona Clotilde. Vá voando.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

VICKY Desde pequena tive que trabalhar na rua porque a minha família era muito pobre. Por pouco terminei o primário.

EFEITO AMBIENTE DE RUA, MURMÚRIOS, CRIANÇAS BRINCANDO

MENINA Vicky, vamos ao parque.

VICKY O parque era o lugar mágico de meus jogos infantis e do meu primeiro amor. Tinha apenas 15 anos.

EFEITO RISOS VICKY E CHICO

VICKY Logo, vi com horror que meu ventre ia crescendo. (ASSUSTADA) Estou grávida, E agora?

MÃE Agora mesmo vá embora!… Eu não posso sustentar mais nenhuma boca.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

VICKY Durante anos trabalhei de empregada doméstica, lutando com meu filho e suportando toda classe de humilhações. Até que me apaixonei e tive outro filho.

CONTROLE AMBIENTE LAR, VIOLÊNCIA

VICKY Meu marido se mostrou um homem malvado. Fugi com meus dois filhos, aluguei um quartinho e comecei vender empanadas como minha mãe.

EFEITO RUA

VICKY Empanadas… empanadas…

EFEITO Rua

VICKY E então, meus filhinhos haviam crescido. Um de 8 anos, o outro de 6. Eu lhes fazia estudar, mas logo depois da escola saíam a vender. A vida não é fácil e uma tarde…

EFEITO CHOQUE DE CARROS, CHORO DE MENINO

VICKY Um carro atropelou o meu filho maior. Eu o levei até o hospital…

MÉDICO Sinto muito, senhora. Ele tem que ser operado e se necessitam parafusos de aço cirúrgico. O hospital não possui recursos para isso. Vocês é que devem consegui-los.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

VICKY ¿De dónde? Eu o levei pra casa, mas o gurizinho não se curava e não podia caminhar.

EFEITO CHÔRO DE MENINO

VICKY Comecei procurar quem me podia emprestar. Mas as pessoas que eu conheço são tão pobres como eu…

VIZINHA Vicky, connheço um homem que te emprestará dinheiro sem garantias.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

AGIOTA A vizinha me contou sua necessidade. Eu posso te emprestar.

CONTROLE MÚSICA TRISTE

VICKY Paguei a operação do meu filhinho, mas fiquei com a dívida.

EFEITO Rua

VICKY Me desculpa, senhor. Não posso te devolver o dinheiro ainda, mas eu o irei fazendo pouco a pouco.

AGIOTA No se preocupe, Vicky. Si necessitar de mais, eu te empresto. Para isso somos
vizinhos de bairro.

CONTROLE MÚSICA TRISTE

VICKY Passou o tempo e não tinha como pagar-lo. Com os juros já lhe devia muito. Até que um dia…

EFEITO GOLPES NA PORTA

VICKY (3P) Já vou…,já vou. Você?… Que surpresa…e que vergonha!

AGIOTA No se preocupe, Vickita. Pois bem, venho te propor um negóciozinho fácil, rápido e bem…remunerado. Assim poderás me pagar.

VICKY É sério?

AGIOTA Bom… se trata de uns amigos que viajam muito e necessitam enviar umas encomendas ao exterior.

VICKY Eu não entendo de nada disso.

AGIOTA No se preocupe, eles te ensinam. São muito organizados.

CONTROLE MÚSICA TENSA

VICKY Será este o meu dia de sorte? Oxalá me aceitem, o que mais desejo é que meus filhinhos não trabalhem, que possam estudar. Irei falar com esses senhores.

EFEITO CALLE

VICKY O agiota marcou um encontro e para lá eu fui. Quando cheguei, me surpreendi. A casa estava em um bairro tão triste e pobre como o meu.

EFEITO CACHORRO, CAMPANHINHA PORTA

HOMEM 1 (3 P) Quem é? Empurre a porta.

VICKY Entrei com medo e encontrei dois homens jogando cartas. (TEMOR) Boa tarde.

HOMEM 1 O agiota que te mandou?

VICKY Ele… sim… Ele me disse que era um trabalho de transporte.

EFEITO RISAS AMBOS

HOMEM 1 Muito bem, muito bem. Esse louco deve saber o que faz.

VICKY Mas, o que eu tenho que fazer?

HOMEM 2 Não fique nervosa, tia… Você gosta de uvas?… Então é como comer um cacho inteiro… (RISADA)

HOMEM1 Temos que enviar “a mercadoria” agora. Com uma viagem você tira uns… uns 1500 dólares.

VICKY Não é perigoso?

HOMEM 1 Tudo está friamente calculado, gata.

VICKY Não, não quero.

HOMEM 2 Você foi indicada para vir aqui, Vicky. Já conhece a gente e não é bom dar pra trás agora. Poderia se arrepender. Escuta, é só uma viagenzinha e pronto. Adeus problemas.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

VICKY Falaram-me friamente. Tenho que passar droga em meu estômago. Eles me ensinaram a tragar e tenho que engolir umas 30 a 40 cápsulas. Dizem que não há risco, mas eu ouvi tantas coisas sobre as mulas que tenho medo.

CONTROLE MÚSICA TENSA

VICKY A poucos dias, me ligaram. Temos uma carga esperando gente para passá-la, disseram. Também me mostraram muito dinheiro.

HOMEM 1 (REVER) Tudo isso pode ser teu.

VICKY Não conseguia dormir. Eu sei que alguma mulher do bairro já fez isso e depois até comprou uma casinha. Outras estão presas. Mas eu preciso de dinheiro para meus filinhos, para que saiam da rua. E se me pegarem? Se me matarem? O que eu faço? E você o que faria em meu lugar?

CONTROLE MÚSICA SUSPENSE

*PRIMEIRA SOLUÇÃO*

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Primeira solução…

HOMEM1 Temos que enviar “a mercadoria” agora. Com uma viagem você tira uns… uns 1500 dólares.

VICKY Não é perigoso?

HOMEM 1 Tudo está friamente calculado, gata.

VICKY Não, não quero.

HOMEM 2 Você já conhece a gente e não é bom dar pra trás agora, Vicky. Poderia arrepender-se.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

VICKY Voltei para casa angustiada. Meus filinhos estavam me esperando com fome…

EFEITO AMBIENTE DE LAR

VICKY Fiz um arroz com ovo, como todo dia. Como queria ter dinheiro para dar-lhes frango ou carne. Faz muito tempo que não sabem o que é isso…

EFEITO BATIDAS NA PORTA

VICKY (3P) Um momento… já vou… (SURPRESA) O senhor?

AGIOTA Eu mesmo. Meus parceiros me contaram que você está se fazendo de difícil.

VICKY É perigoso, senhor. Eu tenho meus filhos, e se acontecer algo comigo?

AGIOTA Não vai acontecer nada, dona. Ao contrário, não quer uma boa casa, com roupa bacana, e tirar férias na praia? Pra que continuar vendendo empanadas, dando duro na rua?

VICKY Não posso, tenho medo.

AGIOTA Pois não esqueça que tem que me pagar. (LIBIDINOSO) Ou quer que eu cobre de outra maneira?

VICKY O que está pensando?

AGIOTA Você que escolhe, gata. Lembre-se que seus bebês podem sofrer se você voltar atrás.

VICKY Por que está me fazendo isso?

AGIOTA Business are business. E eu quero minha grana… agora.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

VICKY (PENSANDO) Desgraçado. Será que minha vizinha também está na máfia? Ela que o apresentou como uma pessoa prestativa.

CONTROLE MÚSICA SUSPENSE

VICKY À noite fiquei fazendo as empanadas para vendê-las de manhã cedo. Pensei em meus filinhos, que culpa têm eles de sermos tão pobres?

EFEITO RUA

VICKY Empanadas… empanadas…

EFEITO RUA

VICKY Naquele dia vendi pouco e cheguei tarde em casa. Outra vez meus filhos com fome e eu outra vez sem saber o que fazer. Não, desta vez eu sabia!

CONTROLE MÚSICA TENSÃO

EFEITO BATIDAS NA PORTA E SE ABRE

HOMEM 1 Ah, apareceu a margarida!

HOMEM 2 Bem-vinda, sócia!

CONTROLE MÚSICA SUSPENSE

VICKY Já estou pronta. Aprendi a passar as uvas e esta noite trago as cápsulas. Tenho minha passagem para o estrangeiro, ficarei só por 4 dias. Quando voltar, minha vida será outra.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

*SEGUNDA SOLUÇÃO*

CONTROLE CARACTERÍSTICA DE LA SÉRIE

LOCUTORA Segunda solução…

HOMEM1 Temos que enviar “a mercadoria” agora. Com uma viagem você tira uns… uns 1500 dólares.

VICKY Não é perigoso?

HOMEM 1 Tudo está friamente calculado, gata.

VICKY Não, não quero.

HOMEM 2 Você já conhece a gente e não é bom dar pra trás agora, Vicky. Poderia arrepender-se.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

VICKY Esses homens tinham pinta de mafiosos. Eu sempre escutei que essa gente não tem piedade, se não aceitar matam a sua família.

CONTROLE MÚSICA TENSA

VICKY No dia seguinte, minha vizinha veio me ver…

EFEITO AMBIENTE LAR

VIZINHA Vicky, já pagou o agiota?

VICKY Não, vizinha. A vida está difícil, as pessoas não estão comprando muito. E meu filho ainda está doente.

VIZINHA Então, não desperdice a oportunidade que você tem.

VICKY É perigoso, se a polícia não me pegar, a máfia pega.

VIZINHA Quem não se arrisca não petisca.

VICKY Então por que você não vai?

VIZINHA Já estou muito velha. Eles querem mulheres jovens e bonitas. Assim passam fácil pelo controle da polícia.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

VICKY Tenho que pensar, poderia ser a oportunidade para sair da miséria. Se a viagem der certo, terei dinheiro. Eles disseram que tudo estará arranjado no aeroporto.

CONTROLE MÚSICA TENSA

VICKY Tenho uma curiosidade. Como será isso das mulas? Contaram-me que há um filme… Chama-se Maria… Maria cheia de graça…

CONTROLE ÁUDIO DO FILME

VICKY Meu Deus! Malditos! Não, não… (CHORA)

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

VICKY Eu sei onde vivem esses criminosos. Irei à polícia de narcóticos. Não, e se me entregam para os traficantes e me matam?

CONTROLE MÚSICA TENSA

VICKY Passei uns dias com muito medo. Nem queria atender o telefone. Poderiam ser eles e ameaçar-me. Não, não vou viver com esta angustia. É agora ou nunca.

EFEITO ESCRITÓRIO

VICKY Senhor delegado. Quero fazer uma denúncia.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

VICKY A polícia me garantiu que me dariam proteção que ninguém atentaria contra mim e meus filinhos. Eu acho que fiz o que era certo. Por enquanto estou tranqüila, embora com esse tipo de gente nunca se sabe.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

*TERCERA SOLUÇÃO*

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Terceira solução…

HOMEM1 Temos que enviar “a mercadoria” agora. Com uma viagem você tira uns… uns 1500 dólares.

VICKY Não é perigoso?

HOMEM 1 Tudo está friamente calculado, gata.

VICKY Não, não quero.

HOMEM 2 Você já conhece a gente e não é bom dar pra trás agora, Vicky. Poderia arrepender-se.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

VICKY Esses caras me assustaram. Na televisão sempre apresentam casos de mulheres mulas que morrem tomando cápsulas. Ou que são presas, a maioria delas estão na cadeia por narcotráfico. E não são as chefes, nestas a polícia não toca.

CONTROLE MÚSICA TENSA

EFEITO AVENIDA

VICKY (VENDE) Empanadas…empanadas… Nos dias seguintes, salía a vender morta de medo. Quando via de longe um tipo parecido aos meliantes, me escondia… Mas não vendia nada… como vou trabalhar assim?… (TRISTE) Empanadas…empanadas…

EFEITO AVENIDA

VICKY Aquilo não era vida. Estava espantada, não podia trabalhar normalmente, meus filinhos também estavam nervosos, e o agiota me perseguia…

AGIOTA (REVER) Vicky, quando vai me pagar? Está se fazendo de difícil…

EFEITO TELEFONE

HOMEM 1 (FILTRO) Está pronta, boneca?

VICKY O telefone tocava constantemente. Eu não queria responder. E em uma dessas…

HOMEM 1 (FILTRO) Gata, a viagem é para amanhã.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

VICKY Amanhã… (ECO)

CONTROLE MÚSICA TENSA

VICKY Meu coração quase saiu pela boca e achei que ia desmaiar. Corri para ver meus filinhos. Os anjinhos estavam dormindo, tinha pena deles. Tenho que pensar rapidamente no que fazer. Amanhã tenho que ir na casa dos mafiosos, e depois para aonde me mandarem. Uma viagem de poucos dias, me disseram. E depois, mil e quinhentos dólares! Nunca vi tanto dinheiro na minha vida!

CONTROLE MÚSICA TENSA

VICKY Naquela noite tive pesadelos… (SE QUEIXA)

EFEITO ÁUDIO DO FILME MARIA

VICKY (SONHANDO) Não…não… por favor… (ACORDA) Meus filhos!

CONTROLE MÚSICA SUSPENSE

VICKY Não esperei o amanhecer. Coloquei minhas poucas coisas na mala e sai no primeiro ônibus até a cidade mais longe que pude chegar. Tinha que me esconder. Eles nunca devem me encontrar. Minha vida e a de meus filinhos estão em jogo.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

p=. **********************************

p=. GUIA PARA EL DEBATE*

_Tenho 35 anos, sou mãe solteira de dois filhos. Sempre trabalhei vendendo empanadas na rua. Mas meu filho mais velho teve um acidente e está doente. Já não sei o que fazer, não tenho como curá-lo. Recebi um empréstimo, mas não posso pagá-lo. Uns homens me propõem que passe droga em meu estômago. Uma viagenzinha e pronto. Tenho medo, posso ser presa ou até morrer. Não sei o que fazer._

_Primeira solução: Vicky aceita converter-se em mula_
* _Segunda solução: Vicky recusa a oferta e denuncia os delinqüentes_
* _Terceira solução: Vicky não aceita converter-se em mula e vai embora da cidade_

p=. **********************************

*Mula*

Correio humano recrutado por máfias do narcotráfico que utiliza seu corpo para trasladar droga de um país a outro.

*Formas de ocultar a droga*

Na vagina ou no reto, implantação de bolsas de silicone sob a pele dos músculos e dos glúteos, camuflagem em sapatos e peças de roupa, maletas com fundo falso ou, a mais freqüente, ingerindo cápsulas (pequenos pacotes de droga especialmente preparados para serem engolidos).

*Perfil da “mula”

Qualquer pessoa de qualquer nacionalidade pode transportar drogas, no entanto, os narcotraficantes preferem:

Pessoas que não sejam objeto de suspeita para as autoridades. Sem antecedentes penais para evitar problemas nos aeroportos.
* Mulheres jovens latino-americanas de entre 25 e 40 anos, desempregadas, pouca formação educacional, chefas de família com vários filhos para tomar conta, e amiúde, vítimas de pressões, ameaças e situações violentas.
* Recrutadas em seus próprios bairros e os narcotraficantes conhecem a família delas.

*Um final incerto*

* Ingerir “cápsulas” pode causar a morte.
* Se as “mulas” são descobertas nos controles fronteiriços e nos aeroportos, vão direto para cadeia, em um país distante de sua terra, para cumprir longas penas por um delito fortemente penalizado. Além disso, a polícia supõe, muitas vezes, um vínculo mais forte da pessoa com a rede de narcotráfico e o conseqüente estigma como presa.

*A mulher e o narcotráfico*

* As mulheres que trabalham para narcotraficantes ocupam os últimos postos neste negócio. São as que menos ganham e as que correm maiores riscos.
* O dinheiro que as mulas recebem é mínimo se comparado aos lucros deste negócio
* O engano: as máfias do narcotráfico denunciam a presença de uma ou duas mulas em um avião. A polícia centra sua atenção nestas e deixa passar as outras que têm a carga mais importante de droga.

bq. Mamãe sempre me dizia, Rato e Queijo são amigos
Não confie em ninguém, que o melhor amigo vai te trair
Lá se compra, se vende e se mete a mercadoria lá no alto
Enquanto aqui se leva bala, eu não sei de nada, não sou caguete
Na prisão dos sapos Rato e Queijo

*Para completar…*

* Legislação que existe em teu país sobre o tráfico de drogas e que tratamento dão às mulas?
* Investigue qual é a porcentagem de narcotráfico em tua localidade. E em teu país?
* Lembre casos de mulheres parecidos com o de Vicky
* Conhece algum grupo de mulheres ou instituição em tua localidade que possa ajudar as mulas?
* Como alternativa ao tráfico de drogas, pense nos recursos que possam ser úteis para superar uma situação econômica difícil.

*Como usar este programa?*

1. Apresentar o tema.
2. Passar a dramatização do conflito (sem os finais possíveis).
3. Provocar um primeiro diálogo com a audiência (O que acontecerá com a
protagonista? O que faria em um caso semelhante? Como terminará este
conflito?).
4. Passar os três finais possíveis, um a um, com comentários intercalados. Qual é a melhor solução?
5. Abrir o debate (telefônico e/ou presencial). Nesta ficha há dados para comentar o tema.
6. Convidar uma mulher que servido de mula e, ao ser detida pela polícia, tenha estado ou ainda esteja na prisão.
7. Para terminar, seria conveniente escutar o programa completo com a solução mais votada pela audiência

BIBLIOGRAFÍA
Filme: Maria, cheia de graça.
Joshua Marston. 2004 Comissão Interamericana para o controle do abuso de drogas (CICAD)

http://www.cicad.oas.org/Desarrollo_Alternativo/ESP/Colombia/Colombia%20History.asp

VICKY, CÁPSULAS NO ESTÔMAGO

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.