Você também pode ouvir a série em castelhano.

Capítulo 1 - IRMÃ TERRA

Os mais pobres são os que mais sofrem estes atentados por um tríplice grave motivo: são descartados pela sociedade, são, ao mesmo tempo, obrigados a viver do lixo e devem injustamente sofrer as consequências do abuso do ambiente.

[Leer +]

Capítulo 2 - IRMÃO AR

E criou a nós, as árvores, para dar frutos e dar sombra. Para atrair a chuva e limpar o ar. Mas os humanos já destruíram a metade de todas as árvores do planeta. Se continuarem assim, se não mudarem, em umas poucas gerações já não sobrará em pé uma só de nós para contar o desastre.

[Leer +]

Capítulo 3 - IRMÃOS PÁSSAROS

As mudanças climáticas dão origem a migrações de animais e vegetais que nem sempre conseguem adaptar-se; e isto, por sua vez, afecta os recursos produtivos dos mais pobres, que são forçados também a emigrar com grande incerteza quanto ao futuro da sua vida e dos seus filhos.

[Leer +]

Capítulo 4 - IRMÃO GELO

Se eles quiserem, se ouvirem a voz do teu xará... Teriam que deixar de usar petróleo e carvão… Da água, do vento, do Sol, até dos vulcões tirariam toda a energia que necessitam para seus trabalhos. Ainda há tempo!

[Leer +]

Capítulo 5 - IRMÃO MILHO

O milho transgênico é isso: uma praga que vai acabando com as sementes nativas. E digo eu: que mundo vocês vão deixar para quem virá depois? Porque… sem milho não há país!

[Leer +]

Capítulo 6 - IRMÃO SOL

Quando o capital se converte em ídolo e dirige as opções dos seres humanos, quando a avidez pelo dinheiro tutela todo o sistema socioeconômico, arruína a sociedade, condena o homem, o converte em escravo, destrói a fraternidade inter-humana, coloca povo contra povo e, como vemos, inclusive põe em risco esta nossa casa comum.

[Leer +]

Capítulo 7 - IRMÃOS PEIXES

A primeira tarefa é pôr a economia a serviço dos povos: os seres humanos e a natureza não devem estar a serviço do dinheiro. Digamos NÃO a uma economia de exclusão e iniquidade onde o dinheiro reina em lugar de servir. Essa economia mata. Essa economia exclui. Essa economia destrói a Mãe Terra.

[Leer +]

Capítulo 8 - IRMÃ CHUVA

Um mundo seco, um mundo de água suja, isso é o que terão de herança as gerações futuras?

[Leer +]

Capítulo 9 - IRMÃO OURO

Estamos castigando a terra, os povos e as pessoas de um modo quase selvagem. E por trás de tanta dor, tanta morte e destruição, se sente o cheiro disso que Basílio de Cesareia chamava “o esterco do diabo”. A ambição desenfreada de dinheiro que governa. Esse é o esterco do diabo.

[Leer +]

Capítulo 10 - IRMÃO MAR

O futuro da humanidade não está unicamente nas mãos dos grandes dirigentes, das grandes potências e das elites. Está fundamentalmente nas mãos dos povos, em sua capacidade de organizar-se e também nas mãos que regam com humildade e convicção este processo de mudança. Continuem com sua luta e, por favor, cuidem muito da Mãe Terra.

[Leer +]

Capítulo 11 - IRMÃ SOJA

Existe um sistema que, além de acelerar irresponsavelmente os ritmos da produção, além de implementar métodos na indústria e na agricultura que danificam a Mãe Terra em nome da “produtividade”, continuam negando a bilhões de irmãos os mais elementares direitos econômicos, sociais e culturais. Esse sistema atenta contra o projeto de Jesus. Contra a boa notícia que trouxe Jesus.

[Leer +]

Capítulo 12 - IRMÃ NEVE

A casa comum de todos nós está sendo saqueada, devastada, humilhada impunemente. A covardia em sua defesa é um pecado grave. Vemos com decepção crescente como se sucedem, uma após outra, cumes internacionais sem nenhum resultado importante. Os povos e seus movimentos estão chamados a clamar, a mobilizar-se, a exigir – pacífica, mas tenazmente – a adoção urgente de medidas apropriadas. Eu lhes peço, em nome de Deus, que defendam a Mãe Terra.

[Leer +]

Capítulo 13 - IRMÃO MACACO

A crise ecológica, junto com a destruição de boa parte da biodiversidade, pode pôr em perigo a própria existência da espécie humana.

[Leer +]

Capítulo 14 - IRMÃ ÁGUA

A medida do cumprimento da nova Agenda para o desenvolvimento será o acesso efetivo, prático e Imediato, para todos, aos bens materiais e espirituais indispensáveis: moradia, trabalho digno e devidamente remunerado, e água potável; liberdade religiosa, e mais em geral liberdade de espírito e educação.

[Leer +]

Capítulo 15 - IRMÃO COLTAN

Na região dos Grandes Lagos, há rostos concretos… Nas guerras e conflitos há seres humanos singulares, irmãos e irmãs nossos, homens e mulheres, jovens e anciãos, crianças que choram, sofrem e morrem. Seres humanos que se convertem em material de descarte.

[Leer +]
Página 1 de 2 siguiente  última