KAREN, MINHA FILHA É BULÍMICA

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Minha filha de 15 anos tem essa doença da moda. Se continuar assim pode morrer.

EFEITO ALARME CELULAR

PAI Karen? Já são 6 horas, levante.

KAREN Já vou, já vou.

CONTROLE MÚSICA DEPORTIVA

EFEITO PARQUE

KAREN Meu marido e eu somos esportistas. Toda manhã vamos ao parque para correr e tratamos de inculcar em nossa filha o amor pela atividade física. (PAUSA) Você vem, Lili?

LILI (ESPREGUIÇANDO-SE) Estou com sono. Outro dia, mamãe.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

KAREN Minha filha Lili, aos seus 14 anos estava ficando gordinha. E isso ia ser fatal em sua vida. Fiz-lhe uma dieta saudável para compensar sua falta de exercícios.

LILI Só verduras, mamãe?

KAREN Sim, filha. Verá que quando perder um par de quilos, ficará
Belíssima. (ECO)

CONTROLE MÚSICA JUVENIL

KAREN De fato, emagreceu e achei que já devia comer normalmente, mas…

LILI Não quero, mamãe. Não tenho fome.

KAREN E foi assim, uma e outra vez.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

KAREN Mas não me preocupei muito. A verdade é que tinha uma linda figura e a roupa lhe caia muito bem. Havia se convertido em uma preciosa garota de 15 anos.

CONTROLE MÚSICA ALEGRE

KAREN Passaram os meses e Lili começou a mudar de caráter. Se irritava com tudo, comprava roupas cada vez mais folgadas, dormia muito e não queria sair com suas amigas, nem comer nada… (PAUSA) O que há contigo, filha? Você está ficando muito magra.

LILI Não tire sarro da minha cara, mãe. Estou gorda… gorda… (PASSOS RÁPIDOS)

KAREN Saiu correndo para seu quarto. Através da porta a ouvi chorar. O que será que está acontecendo? Talvez esteja apaixonada e isso a torna tão sensível. Perguntarei a uma amiguinha dela.

EFEITO TELEFONE

KAREN Conte-me querida. Sabe o que está acontecendo com a Lili?

GAROTA O que acontece, senhora, é que Lili andava com um cara, com o campeão de basquete do colégio. Mas… terminaram.

KAREN Por quê?

GAROTA Ele arrumou outra garota. Uma magrinha, uma modelo.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

KAREN Meu Deus! Era isso. Ela está sofrendo. Tenho que ajudá-la.

EFEITO LAR

KAREN Lili, vamos conversar, filha.

CONTROLE RÁFAGA MUSICAL

KAREN Ela não quis me contar sobre o namorado. Só repetia:

GAROTA Sou gorda, sou feia, ninguém me quer. (CHORA)

KAREN Não pode continuar assim, filha, você está magérrima…

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

KAREN Desenhei toda uma estratégia. Durante vários meses, preparei tudo o que ela gostava de comer quando era menina. Lili recuperou o apetite e subiu de peso.

PAI Que linda que você está, filha!

KAREN E corada.

LILI Não é verdade. Pareço uma porca.

PAI Que bobagem, Lili. Você está linda.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

KAREN Em pouco tempo, percebi que Lili estava voltando a emagrecer. E a subir de peso. E novamente, a emagrecer.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

KAREN Um dia entrei em seu quarto. Havia uns papeis de bala e de chocolate no cesto. (RISADA ALEGRE) Que bom, Lili está se recuperando! (PAUSA) Mas outro dia… o quê? Uns pedaços de hambúrguer e pedaços de bolo debaixo de sua cama… Naquela noite…

EFEITO AMBIENTE CASA

KAREN Lili, você come bem, mas baixa de peso, aonde vai parar essa comida?

LILI Ai, mãe…

KAREN Vi como engolia tudo na mesa e me surpreendi quando se levantou para ir ao banheiro…

CONTROLE RÁFAGA MUSICAL

KAREN A segui e ouvi…

EFEITO VÔMITOS E QUEIXUME DE LILI

KAREN Está vomitando. Come e vomita! Como não percebi antes? Magra, gorda, vomita… Isso se chama bulimia. Já li sobre isso. Não, por que ela, uma garota tão linda, tão inteligente?

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

KAREN Anorexia nervosa, bulimia, anorexia bulímica. Minha filha de 15 anos tem essa doença da moda. Dizem que muitas garotas desta idade estão na mesma, porque querem parecer-se com as modelos. Se continuar assim pode morrer. O que eu faço? Não sei o que fazer. E você, o que faria no meu lugar?

CONTROLE MÚSICA SUSPENSE

*PRIMEIRA SOLUÇÃO*

KAREN Lili, você come bem, mas baixa de peso, aonde vai parar essa comida?

LILI Ai, mamãe…

KAREN A segui e ouvi…

EFEITO VÔMITOS E QUEIXUME DE LILI

KAREN Está vomitando. Come e vomita!

CONTROLE GOLPE MUSICAL

KAREN Me assustei. Na televisão passaram uma reportagem sobre garotas que vomitam para controlar seu peso.

EFEITO BATIDAS NA PORTA

KAREN Lili, abre a porta. Lili… Lili…

CONTROLE RÁFAGA MUSICAL

KAREN Demorou bastante para abrir a porta.

LILI Algum problema, mamãe?

KAREN É isso que eu quero saber. Você está doente?

LILI A comida não me caiu bem.

KAREN Lili, não minta. É você mesma que provoca o vômito.

LILI O que foi que disse, mamãe? A comida não me fez bem. Além disso, estou gorda… gorda!

CONTROLE MÚSICA TENSA

KAREN Não voltamos a falar sobre o assunto. E eu me dediquei a averiguar sobre a mania de vomitar. Tenho uma amiga especialista em jovens…

EFEITO CAFETERÍA

AMIGA Mania? Não, Karen. Tua filha está doente. Quando começou a deixar de comer?

KAREN Tinha 14 anos e estava gordinha. Eu mesma lhe preparava a dieta. Você sabe, sou muito cuidadosa com o meu corpo.

AMIGA E Lili achou que você a amaria mais se fosse magra.

KAREN Não, pode ser!

AMIGA Ela tem dor de garganta? Tem as mãos feridas?

KAREN Sim.

AMIGA Leve-a a um médico. A um psicólogo, Karen. É claramente um caso de bulimia. Não perca tempo.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

KAREN Tive muita dificuldade para convencer a Lili.

LILI Eu não estou doente, mamãe. Não está vendo? Só sou gorda, feia, não tenho namorado nem amigas. Nunca serei como você.

KAREN Como eu?

LILI Sim, como você. Bonita, magra, esportista.

KAREN Mas, filha. Cada uma tem que ser como é e aceitar-se.

LILI (CHORANDO) Não quero ser assim. Quero estar bem, mamãe.

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

KAREN Fomos ao psicólogo, a uma nutricionista. Lili não está só neste tratamento, fazemos terapia familiar. Dizem que é muito difícil sair dessa. Temos que confiar nela, e, sobretudo, que ela confie em si mesma.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

*SEGUNDA SOLUÇÃO*

KAREN Lili, você come bem, mas baixa de peso, aonde vai parar essa comida?

LILI Ai, mamãe…

KAREN A segui e ouvi…

EFEITO VÔMITOS E QUEIXUME DE LILI

KAREN Está vomitando. Come e vomita!

CONTROLE GOLPE MUSICAL

KAREN O que está fazendo, menina maluca?

LILI Deixe-me, mamãe. Não te meta na minha vida.

KAREN Como não me meter? Primeiro, não comia e ficou pele e osso. E agora, engolindo tudo… você se tornou anoréxica… bulímica.

LILI Sempre inventa coisas para me fazer sentir mal.

KAREN Eu não te faço sentir mal. Você quer imitar essas modelos da televisão. Magras horríveis, pálidas e cheias de olheiras.

LILI Estou gorda, não está vendo?… Gorda! (CHORA)

CONTROLE MÚSICA DRAMÁTICA

KAREN A deixei chorando. Disse-lhe uma porção de vezes que fizesse exercícios se quisesse emagrecer. Agora se mata de fazê-los, mas também não come.

JORGE É uma besteira de adolescente, Karen. Você, como mãe dela, veja o que pode fazer.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

KAREN E comecei a reeducar a minha filha.

EFEITO LAR

KAREN Este é o café da manhã. Suco de frutas, iogurte, pão, queijo, e uns ovos mexidos.

LILI Não quero, mamãe.

KAREN Você vai comer tudo. E nada de vomitar.

LILI (ÂNSIA DE VÔMITO)

CONTROLE RÁFAGA MUSICAL

KAREN Lili… Lili… O que é isso? Laxantes!… Para o lixo.

CONTROLE RÁFAGA MUSICAL

EFEITO TECLADO COMPUTADOR

KAREN O que está fazendo, Lili?

LILI No chat.

KAREN Deixa eu ver… Ana e Mia. O quê? Nesta página ensinam a ser anoréxicas e bulímicas. Escute aqui, Lili, acha que eu sou tonta?

LILI Mãe, deixe-me em paz.

KAREN Em paz você vai estar logo, mas na tumba.

LILI Mamãe!

KAREN Obedeça-me, é para o teu próprio bem!

CONTROLE MÚSICA TENSA

KAREN Nossa vida converteu-se em uma luta constante. Fico atrás dela dia e noite para evitar que jejue, ou que engula a comida. Que tome laxantes ou que corte os braços ou que… Estou angustiada, tenho que controlá-la mais. Só assim salvarei minha filha.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

*TERCEIRA SOLUÇÃO*

KAREN Lili, você come bem, mas baixa de peso, aonde vai parar essa comida?

LILI Ai, mamãe…

KAREN A segui e ouvi…

EFEITO VÔMITOS E QUEIXUME DE LILI

KAREN Está vomitando. Come e vomita!

CONTROLE GOLPE MUSICAL

EFEITO BATIDAS NA PORTA

KAREN Lili, Lili… abre a porta… Você está doente?

LILI Não, só me senti mal com tudo o que comi. Algo me fez mal.

KAREN O que te faz mal é querer ser como essas desnutridas das revistas. Você não leu que na Espanha proibiram as modelos anoréxicas?

LILI Não sou anoréxica, mamãe, e sim gorda. Não está vendo?

KAREN Não. O que eu vejo é que você está magra. Olha, suas calças estão caindo.

LILI Eu as comprei grandes. Está na moda.

KAREN Moda!… É só nisso que você pensa. Olhe para você, está com a pele seca. Se acha que assim está bonita, está muito enganada.

LILI Deixe-me em paz, mãe. Eu sei o que faço.

CONTROLE MÚSICA TENSA

KAREN Esta garota parece doente, mas é tão teimosa que não há quem a convença. Esperarei para ver se aguenta. Certamente, logo morrerá de fome e virá comer sozinha.

CONTTROL MÚSICA ALEGRE

KAREN E assim foi. Um dia, Lili começou a comer e a comer. Doces, chocolates, pão e queijo. Eu estava feliz, pensei que já havia se recuperado. Inclusive, a convidei para correr comigo nas manhãs.

EFEITO PASSOS CORRENDO, OFEGANTE

KAREN Está cansada? Não entendo, você é tão jovem, Lili.

LILI É que… estou gorda, mamãe.

CONTROLE GOLPE MUSICAL

KAREN Calei-me. Ou melhor, cansei-me de ficar insistindo para que tenha ordem em sua alimentação e em sua vida. Afinal, ela já tem 16 anos e sabe o que faz. Além disso, esse negócio de ser magra é uma moda passageira. Antigamente, a moda era ser gorda. Logo passará, logo passará.

CONTROLE CARACTERÍSTICA DA SÉRIE

LOCUTORA Cem mulheres em conflito. Uma produção SERPAL. Escrita e dirigida por Tachi Arriola Iglesias. Edição e montagem, Carlos Romero.

p=. **********************************

p=. GUIA PARA O DEBATE*

_Anorexia nervosa, bulimia, anorexia bulímica. Minha filha de 15 anos tem essa doença da moda. Se continuar assim pode morrer. Não sei o que fazer._

_Primeira solução: Karen a leva a terapia psicológica._
* _Segunda solução: Karen a vigia e a obriga a comer._
* _Terceira solução: Karen nega a realidade. É uma moda, logo passará._

p=. **********************************

*Causas da Anorexia e da Bulimia*

* Pressão social para alcançar um ideal de beleza. Criou-se a falsa ideia de que: “Se estou magra triunfo na vida”.
* Ter antecedentes familiares com transtornos alimentares favorece seu desenvolvimento.
* A puberdade é uma etapa de mudanças físicas e psíquicas profundas que podem criar transtornos emocionais.
* Problemas no âmbito familiar e escolar.
* Uso de drogas, baixa auto-estima e depressão.

*ANOREXIA NERVOSA*

Doença mental na qual uma pessoa perde peso porque adota atitudes para emagrecer. Percebe uma imagem distorcida de seu próprio corpo. Afeta principalmente as jovens de entre 12 e 18 anos

_Sinais de alerta:_

* Medo de ganhar peso
* Dietas severas
* Oculta ou salta algumas comidas com desculpas
* Imagem corporal distorcida:sensação de estar gorda quando se está magra
* Grande perda de peso em pouco tempo
* Sentimentos de culpa e desprezo por ter comido
* Hiperatividade e exercício físico excessivo
* Perda da menstruação
* Excessiva sensibilidade ao frio
* Mudanças no caráter (irritabilidade, tristeza, insônia…

*BULIMIA NERVOSA*

Doença mental que se produz quando uma pessoa ingere alimentos em excesso “engole” a comida e posteriormente provoca o vômito. Afeta principalmente as jovens entre 16 e 25 anos

_Sinais de alerta:_

* Preocupação constante com comida e com o peso
* Comer compulsivamente engolindo a comida e as escondidas
* Uso de fármacos, laxantes, diuréticos e vômitos autoprovocados.
* O peso pode ser normal ou inclusive elevado
* Erosão do esmalte dos dentes podendo chegar a perda de peças dentárias
* Mudanças de caráter incluindo: depressão, tristeza, sentimentos de culpa e ódio para consigo mesma.
* Apreço pela debilidade física

*Como agir?

A família deve ser a primeira a saber o que está acontecendo. Não recriminar nem culpabilizar. Buscar soluções com calma.
* Buscar ajuda profissional. A anorexia e a bulimia precisam de tratamento médico adequado. Quanto mais rápida a ajuda comece, mais eficaz será o tratamento.
* Agrupar-se em associações de familiares com pessoas afetadas ou grupos de ajuda para tentar melhorar a atenção a estes problemas.

*Como prevenir a anorexia e a bulimia*

* Ensinar e educar na família e nas escolas, desde a infância, a levar uma vida saudável, alimentação sadia e de atividade física.
* Fomentar a auto-estima e valoração das capacidades de cada pessoa.
* Ajudar aos e as adolescentes a ver de forma crítica a publicidade sobre moda corporal e aparência física.
* Aproveitar as refeições do dia para reunir-se com a família. Fomentar uma verdadeira comunicação ao redor da mesa.
* Não impor metas impossíveis que erodem a auto-estima. Os objetivos que cada pessoa persegue em sua vida devem ser marcados por ela própria.
* Se for necessário perder peso por razões de saúde deve-se fazê-lo sob estrito controle médico.
* Os educadores e as educadoras têm um papel fundamental na hora de detectar transtornos alimentares observando os comportamentos, as mudanças emocionais e o aspecto físico das e dos adolescentes.

*Para completar…*

* Reflita sobre as mensagens que os meios de comunicação e a publicidade apresentam sobre o ideal de beleza.
* Lembre de casos de mulheres parecidos ao de Karen e Lili.
* Você conhece alguma associação em tua localidade que ajude pessoas bulímicas e anoréxicas? Indique o endereço e o telefone.

*Como usar este programa?*

1. Apresentar o tema.
2. Passar a dramatização do conflito (sem os finais possíveis).
3. Provocar um primeiro diálogo com a audiência (o que acontecerá com a
protagonista? O que faria em um caso semelhante? Como terminará este
conflito?).
4. Passar os três finais possíveis, um a um, com comentários intercalados. Qual é a melhor solução?
5. Abrir o debate (telefônico e/ou presencial). Nesta ficha você encontra dados para comentar o tema.
6. Convide uma mulher que sofreu de anorexia e/ou bulimia para que possa responder às perguntas da audiência
7. Para terminar, seria conveniente ouvir o programa completo com a solução mais votada pela audiência.

BIBLIOGRAFÍA
Toro, Joseph, El cuerpo como delito: anorexia, bulimia, cultura y sociedad. Editorial Ariel, Barcelona, 1996.
La Anorexia y la Bulimia

http://www.binasss.sa.cr/adolescencia/anorexia.pdf

Tú eres más que una imagen: Línea de ayuda contra la anorexia y la bulimia

http://www.masqueunaimagen.com/es01a.php

Bulimia y anorexia

http://www.educar.org/articulos/bulimiayanorexia.asp

KAREN, MINHA FILHA É BULÍMICA

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.