KILLARICOCHA A MALDIÇÃO DA ABUNDÂNCIA (2)

Este radioclip es de texto y no tiene audio grabado.

Capítulo segundo de uma radionovela bem polêmica.

Lhes entregamos o capítulo segundo desta radionovela sobre a mineradora a céu aberto. Lhes animamos não somente a passar esta radionovela, mas a debatê-la com a audiência, a fazer entrevistas com pessoas que conhecem o tema da mineração, com ecologistas, com lideranças camponesas e indígenas que sofrem suas consequências. E depois, lhes agradecemos se nos contarem suas opiniões.
CAPÍTULO 2 MINERAÇÃO VERDE E SUSTENTÁVEL?

CONTROLE MÚSICA CAMPONESA ALEGRE

LOCUTOR Killaricocha.

LOCUTORA A maldição da abundância.

EFEITO MÚSICA AMBIENTAL, BRINDES

NARRADORA No dia seguinte, o prefeito de Killaricocha recebeu um convite do gerente geral da Green Golden Mines. Era um homem alto e muito branco, quase albino, com um chapéu de aba larga, como o dos antigos vaqueiros.

GERENTE É um prazer jantar com o senhor, prefeito, oh yes.

PREFEITO O prazer é todo meu, senhor gerente. Muito obrigado por seu convite.

GERENTE Falemos sobre a mina, senhor prefeito.

PREFEITO Casualmente, ontem tive uma reunião com gente do povoado.

GERENTE E o que querem?

PREFEITO Explicações. Estão preocupados com os caminhões, a maquinaria. E a venda dos terrenos comuns que estão ao redor da lagoa.

GERENTE Ah é… E?

PREFEITO Dei-lhes a grande notícia: a mina de ouro!

GERENTE Oh, great!

PREFEITO Não gostaram nadinha. Sobretudo, a senhora Lucy, uma dirigenta camponesa. Mestre Nicanor também não gostou. É uma velha raposa que anda metendo seu nariz em tudo.

GERENTE (RISADAS) Isso que lhe faltava, meu querido prefeito. Intrometidos. Ouça. O que pedem ao senhor, como autoridade?

PREFEITO Escolas, estradas, um posto de saúde.

GERENTE Pronto. Diga-lhes que terão uma linda estrada, a melhor escola. Um posto de saúde? Não! Um moderníssimo hospital, oh yes.

PREFEITO Mas…

GERENTE Querem algo mais?

PREFEITO Dizem que a mina vai poluir a lagoa.

GERENTE Ignorância, pura ignorância. Estão preocupados com a água? Faremos reservatórios gigantes de onde sairá a água mais limpa e pura que antes.

PREFEITO Humm…

GERENTE Duvida, senhor prefeito? Façamos um trato. Se os convencer para que nos deem a aprovação, a licença social para o funcionamento da mina, o senhor não terá mais preocupações econômicas. Sou claro?

PREFEITO Claríssimo, senhor gerente. (RI) E… muito obrigado. Zankiú, zankiú.

GERENTE De nada, de nada. Já somos partners, sócios, ok?… Então… cheers!.. saúde!

EFEITO BRINDE, RISADAS

CONTROLE MÚSICA DE SUSPENSE

NARRADORA Para Lucy e as mulheres de seu grupo a notícia da mina criou uma grande inquietação. Se alguém em Killaricocha poderia explicar-lhes a situação era Nicanor, aquele mestre já de idade com seu sorriso maroto e seus cabelos grisalhos ao vento.

LUCY Boa tarde, mestre Nicanor. Como vai essa vida?

NICANOR A vida bem, dona Lucy. A saúde é que vai muito mal.

VIZINHA O que foi, mestre, o que aconteceu?

NICANOR O que aconteceu não. O que vai acontecer. E não com a minha saúde que, afinal, eu já estou velho. Com a saúde de vocês e de seus filhos.

LUCY Não nos assuste, mestre Nicanor. O senhor se refere à mina, não é?

NICANOR Sim, a essa mina que será uma desgraça para nosso povo. Vocês sabem como trabalham essas empresas?

VIZINHA A verdade é que não.

NICANOR Escutem. Uma mineradora dessas precisa remover toneladas e toneladas de terra para tirar o mineral. E precisa de água, muitíssima água, para lavá-lo.

LUCY E vão tirar a água da lagoa, não é isso?

NICANOR É claro. Preste atenção, para conseguir um grama de ouro, é preciso explodir com dinamite 14 toneladas de rocha.

VIZINHA Como disse?

NICANOR E para extrair essa graminha de ouro, são necessários 400 litros de água. Entendeu, dona Lucy. Esse anel de ouro que a senhora tem em seu dedo deve pesar uns dez gramas, não é?

LUCY Não sei, mais ou menos… É do meu casamento com Fermín.

NICANOR Pois calcule. Para um anel como esse, a empresa gasta… deixe multiplicar… quatro mil litros de água.

VIZINHA Virgem Santa, que desperdício!

NICANOR Há empresas que em um dia, em um só dia, gastam meio milhão de litros de água. Ou dois milhões. Há uma mina na Argentina que gasta 100 milhões de litros por dia.

LUCY Cem milhões em um dia?

NICANOR Isso equivale a água consumida por todo nosso município em um ano.

LUCY Não pode ser! Nesse ritmo, acabarão secando a lagoa de Killaricocha!

NICANOR E arruinando a saúde de nossa comunidade.

CONTROLE MÚSICA DE TRANSIÇÃO

NARRADORA Gustavo Sartori era o relações pública da Green Golden Mines. Na capital, onde vivia, tinha fama de don juan. Sempre bem vestido e com sapatos lustrosos, sempre perfumado, Gustavo Sartori conhecia as chaves para ganhar a simpatia, especialmente entre as mulheres.

EFEITO CAMPAINHA PORTA

NARRADORA Com um elegante traje azul chegou às instalações da Rádio Êxitos, a única emissora de Killaricocha.

GUSTAVO Colega, você é a melhor jornalista da região. Seu informativo tem o mais alto ibope em Killaricocha e mais além.

JORNALISTA Obrigada, muito obrigada senhor…

GUSTAVO … Gustavo Sartori, seu criado.

JORNALISTA Sim, senhor Sartori, a audiência confia muito em mim.

GUSTAVO Por isso vim visitá-la, minha amiga. A Green Golden Mines tem pensado em você.

JORNALISTA Ah é, e para que sou boa?

GUSTAVO Você é boa para muitas coisas… Mas de momento, queremos pautar estes spots em sua emissora. São sobre a mineração verde.

JORNALISTA Mineração verde?

GUSTAVO É o que faremos em Killaricocha. Explotar suas riquezas minerais sem agredir o meio ambiente nem a saúde das pessoas.

JORNALISTA Nem o senhor acredita nisso, senhor Sartori. Toda mina polui.

GUSTAVO Somos jornalistas, amiga. E sabemos como dourar a pílula. A “mensagem” é que quem não quer a mineradora não quer o desenvolvimento do país, não amam a sua pátria.

JORNALISTA Entendo, entendo…

GUSTAVO Com esta mina todos nos tornaremos ricos. E você… não ficará para trás.

JORNALISTA Soa bem, e como é?

GUSTAVO Para começar, por passar estes spots lhe pagaremos em verdes. (MEIA VOZ) Verdes, como seus lindos olhos. Depois, virão outros contratos mais rendosos… Sim ou sim?

EFEITO RISADAS DE AMBOS

CONTROLE MÚSICA DE TRANSIÇÃO

SPOT “Green Golden Mines. Mineração Verde. Assegura o desenvolvimento sustentável de Killaricocha. Estradas, escolas, hospitais… e sobretudo, trabalho. Green Golden Mines… tua mineradora amiga!

FERMÍN Ouviu essa, Lucy?… Haverá trabalho!… Quero ganhar muito dinheiro.

LUCY E quem disse que darão trabalho para você, Fermín, hein? Essa mina não trará nada de bom. Meu coração me diz.

FERMÍN Deve ter coração de bruxa para saber o que acontecerá.

ANITA Tá, tá, deixem de brigar. Essa mina não tem nada a ver com a gente.

LUCY Claro que tem a ver, filha. Com nossa vida, com nosso futuro. O mestre Nicanor nos explicou…

FERMÍN Não te disse?… O mestre Nicanor!

CONTROL MÚSICA DE TRANSIÇÃO

NARRADORA Os spots soavam na Rádio Êxitos e as pessoas sonhavam com as estradas que teriam, o trabalho para os homens, os negócios para as mulheres, as escolas para as crianças. Dona Lucy reuniu os moradores do seu bairro…

EFECTO BURBURINHOS

LUCY Vizinhas, vizinhos. A Green é uma empresa poderosa e sabemos que está em negociações com o governo central, com o prefeito e com a jornalista. Eu pedi ao mestre Nicanor que nos acompanhe a pensar porque temos que fazer algo.

VIZINHO Então, mestre Nicanor? Na rádio dizem que tudo estará bem…

NICANOR Sim, isso diz a empresa. Mas o certo é que essa mina vai usar muita água da lagoa, vizinhos. Muitíssima.

VIZINHA Essa água é da comunidade. O que vamos beber, com o que vamos regar nossas terras? E o que vai acontecer com a floresta?

VIZINHO Pois eu gostaria de ver se é verdade tanta destruição, porque segundo a rádio e o prefeito, não é assim.

NICANOR Tem razão. Ver para crer, como dizia são Tomé.

VIZINHA Eu tenho que viajar à cidade por uns documentos e depois posso passar em Tambo Rojo. Lá há uma mina de cobre já há 10 anos.

LUCY Em Tambo Rojo tenho uma comadre que pode nos alojar.

NICANOR Muito boa ideia. Quem pode ir?

VIZINHO Eu posso ir.

LUCY Eu também.

NICANOR Então vamos o quanto antes. Pois jacaré cochilou, vira bolsa.

CONTROLE MÚSICA DE ENCERRAMENTO

LOCUTOR Uma produção de Radialistas Apaixonadas e Apaixonados e a Fundação Rosa Luxemburg.

KILLARICOCHA A MALDIÇÃO DA ABUNDÂNCIA (2)

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.